Avaliação da concentração e da relação de nutrientes na compostagem de diferentes matérias-primas

Euclides Schallenberger, José Angelo Rebelo, Rafael Ricardo Cantú

Resumo


Resumo: Neste trabalho foram avaliadas a concentração e a relação de nutrientes em compostos orgânicos elaborados com palha de arroz mais cama de frangos; capim-elefante mais cama de frangos; feijão-de-porco; e Crotalaria juncea. Maiores concentrações de nitrogênio foram obtidas nos compostos de plantas de crotalária, com 2,05%, e de feijão-de-porco, com 2,01%; e as menores nos compostos de capim-elefante mais cama de frangos e palha de arroz mais cama de frangos, que não diferiram entre si quanto ao teor desse nutriente, que foi de 1,78% e 1,76% respectivamente. A maior concentração de fósforo foi obtida nos compostos da mistura de cama de frangos com plantas de capim-elefante (2,83%) ou com palha de arroz (2,72%). A concentração de potássio foi semelhante entre os compostos oriundos das diferentes matérias-primas utilizadas. O cálcio, o magnésio, o ferro, o manganês e o zinco apresentaram-se em concentração mais elevada nos compostos que receberam cama de frangos. O valor nutricional e a relação entre os minerais nos compostos orgânicos foram dependentes da matéria-prima empregada na compostagem; logo, por meio de combinações adequadas, podem-se obter compostos que atendam a demanda nutricional específica de espécies vegetais.

 


Palavras-chave


Composto orgânico; adubos orgânicos; nutrição orgânica de plantas

Texto completo:

PDF

Referências


BARRINGTON, S.; CHOINÉRE, D.; TRIGUI, M. et al. Compost convective airflow under passive aeration. Bioresource Technology, v.86, n.3, p.259-266, 2003.

CAPORAL, R.F.; COSTABEBER, J.A. Agroecologia conceito e princípios para construção de estilos de agricultura sustentável. 2004. Disponível em: http://www.planetaorganico.com.br/trabCaporalCostabeber.htm Acesso em: 08 jul. 2010.

CAVALCANTE, L. F. et al. Fontes e níveis da salinidade da água na formação de mudas de mamoeiro cv. Sunrise solo. Semina: Ciências Agrárias, v.31, p.1281- 1290, 2010.

EPAGRI. A salinidade e suas implicações no cultivo de plantas. Florianópolis: Epagri, 2004. 54p. (Epagri. Documentos, 215).

FAGUNDES, A.V. Disponível em: http://www. cafepoint.com.br/radares-tecnicos/solos-enutricao/cuidados-com-o-equilibrio-nutricional-do-cafeeiro-70285n.aspx. Acesso em: 20 de mar. 2014.

FANCELLI, A.L. Influência da nutrição na ocorrência de doenças de plantas. ESALQ/USP. Disponível em: http://www.ipni.net/publication/ia-brasil.nsf/0/BBAEC0D21A6FC76B83257A90007E3008/$FILE/Page23-24-122.pdf, Acesso em: 20 de mar. 2014.

FERREIRA, R.G.; TÁVORA, F.J.A.F.; HERNANDEZ, F.F.F. Distribuição da matéria seca e composição química das raízes, caule e folhas de goiabeira submetida a estresse salino. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.36, n.1, p.79-88, 2001.

FONG, M.; WONG, J.WC.; WONG, M.H. Review on evaluation of compost maturity and stability of solid waste. Shangai Environ. Science, Shangai, v.18, p.91–93, 1999.

GLÓRIA, N.A. Uso agronômico de resíduos. In: REUNIÃO BRASILEIRA DE FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS, 20, 1992, Piracicaba, SP. Anais… Campinas: Fundação Cargill, 1992. p.195-212.

GOYAL, S.; DHULL, S.K.; KAPOOR, K.K. Chemical and biological changes during composting of different organic wastes and assessment of compost maturity. Bioresource Technol. v.96, p.1584-1591, 2005.

KIEHL, E.J. Fertilizantes orgânicos. Piracicaba, SP: Agronômica Ceres, 1985. 492p.

KIEHL, E.J. Manual de compostagem: maturação e qualidade do composto. 4.ed. Piracicaba: Editora Degaspari, 2004. 173p.

KÖEPPEN, W. Climatologia. México: Fondo de Cultura Econômica, 1948. 317p.

LEAL, M. A.A.; GUERRA, J.G.G.; PEIXOTO, R.T.G. et al. Utilização de compostos orgânicos como substrato na produção de mudas de hortaliças. Horticultura Brasileira, v.25, p.392-395, 2007.

MARGESIN, R.; CIMADOM, J.; SCHINNER, F. Biological activity during composting of sewage sludge at low temperatures. Int. Biodet. Biodeg. v.57, p.88-92, 2006.

NEGRO, M.J.; VILLA, F.; AIBAR, J. et al. Produção e gestão de composto. Zaragoza, 2000. 32p. (Informações Técnicas do Departamento de Agricultura de Zaragoza, 88).

SILVA, M.S.; COSTA, L.A.; SESTAK, M. et al. Monitoramento da temperatura em dois sistemas de compostagem (com e sem aeração forçada) de resíduos sólidos da indústria de desfibrilação de algodão com diferentes tipos de inóculo. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA, 30., 2001, Foz do Iguaçu, PR.. Anais... Cascavel, PR: Sociedade Brasileira de Engenharia Agrícola, 2001. CD ROM.

SILVA, V.M.; RIBEIRO, P.H.; TEIXEIRA, A.F.R. Caracterização de compostos de resíduos orgânicos em propriedade de base familiar: aspectos qualitativos, quantitativos e econômicos. Revista Brasileira de Agrociência, Pelotas, v.17, n.3-4, p.405-409, jul-set, 2011.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIENCIA DO SOLO. Manual de adubação e de calagem para os estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. 10.ed. Porto Alegre: SBCS/Núcleo Regional Sul; Comissão de Química e Fertilidade do Solo – RS/SC, 2004. 394p.

SOUZA, J.L.; PREZOTTI, L. C. Avaliação técnica e econômica de sistema de compostagem orgânica. 2007 Disponível em: www.cnph.embrapa.br/novidade/eventos/organica/Anexre01.doc. Acesso em: 8 jul 2014.

SPECTRUM ANALYTIC, INC. The relationship between nutrients and other elements to plant diseases. Disponível em: http://www.spectrumanalytic.com/support/library/pdf/relationship_between_nutrients_and_other_elements_to_plant_diseases.pdf. Acesso em: 18 mar. 2014.

VALENTE, B.S. Tratamento de carcaças avícolas através da compostagem. 154f. 2008. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) – Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel. Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, RS, 2008.

VILAR, C.C.; DA COSTA, A.C.S.; GRANEMANN, J.R. et al. Saturaçao com fósforo e sua relação com a química e a fertilidade dos solos. In. PORTAL DIA DE CAMPO. www.diadecampo. com.br, Acesso em: 20 mar. 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Agropecuária Catarinense



REVISTA AGROPECUÁRIA CATARINENSE (RAC) 

       ISSN 2525-6076 on-line
       ISSN 0103-0779 impresso
        

Epagri / Departamento Estadual de Marketing e Comunicação (DEMC)

Editoria Técnica
Fone: (48)3665-5449