Tilapicultura em tanques-rede: Uma realidade no oeste de Santa Catarina

Ângelo Paggi Matos, Anastácio Castelo Matos

Resumo


Resumo – A região Oeste Catarinense se destaca na agricultura, pecuária e pesca principalmente voltada ao pequeno produtor que muitas vezes está inserido na agricultura familiar. A região conta com pequenas propriedades agrícolas que desenvolvem criações diversificadas e a piscicultura é uma delas. A tlápia já se consolidou como o principal produto pesqueiro/aquícola no Brasil, sendo muitas vezes cultivada em tanques-rede (TR) e viveiros escavados. Nesse sentdo, um projeto pioneiro do cultvo de tilápias em TR foi iniciado em 2011 com a implantação de 48 unidades de TR no lago da usina hidroelétrica de Itá, município de Concórdia, SC. Esses TR possuem um volume de 6m3 e 18m3 cada unidade e hoje o projeto possui um total de 168 TR com uma produção total de tlápia (média de 600g) estimada em 170t por safra para o ano de 2017.

Abstract – The west region of Santa Catarina is well recognized for its potential agriculture, livestock and aquaculture production mainly practiced by family-farming small producers. In this region, fish farming has grown increasingly mainly due to its favorable conditions for tilapiculture often grown in ponds and recently in a cage. In this sense, a pioneer project of tilapia cultivation in cages (volume 6m3 and 18m3 each tank) has been settled in the lake of Itá hydroelectric located surrounding Concórdia, SC. Currently, the fish farming consists of 168 cages with a total production of around 170t (average of each tilapia 600g) in the year of 2017.


Palavras-chave


Tilápia; tanques-rede; cultivo superintensivo; agricultura familiar; cooperativismo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista Agropecuária Catarinense



REVISTA AGROPECUÁRIA CATARINENSE (RAC) 

       ISSN 2525-6076 on-line
       ISSN 0103-0779 impresso
        

Epagri / Departamento Estadual de Marketing e Comunicação (DEMC)

Editoria Técnica
Fone: (48)3665-5449