Morangueiros Camino Real e Camarosa em espaçamentos de plantas reduzidos

Eduardo Cesar Brugnara, Mauro Porto Colli

Resumo


Os cultivares de morangueiro Camino Real e Camarosa são amplamente cultivados no Brasil, mas diferem no vigor das plantas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a hipótese de que eles respondem de maneira diferente à redução no espaçamento de plantio, e que Camino Real pode ser plantado em densidades maiores com vantagens no rendimento. Os experimentos foram executados em três safras, comparando os dois cultivares em espaçamentos de 30cm entre linhas e 20 a 40cm entre plantas. Foram avaliados a produção de morangos, o crescimento vegetativo, o teor de sólidos solúveis e as perdas fitossanitárias. Os cultivares responderam de formas diferentes aos espaçamentos, mas ambos produziram maior quantidade em espaçamentos menores. Apesar disso, não foram observados efeito do espaçamento nos sólidos solúveis e perdas fitossanitárias. Conclui-se que Camarosa e Camino Real respondem de maneiras diferentes à redução do espaçamento de plantio, mas ao reduzi-lo se aumenta o rendimento dos dois, sem afetar o teor de sólidos solúveis nem as perdas de morangos por pragas e doenças.

Palavras-chave


Fragaria x ananassa; densidade; rendimento; crescimento

Texto completo:

PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.22491/RAC.2019.v32n3.12

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Revista Agropecuária Catarinense



REVISTA AGROPECUÁRIA CATARINENSE (RAC) 

       ISSN 2525-6076 on-line
       ISSN 0103-0779 impresso
        

Epagri / Departamento Estadual de Marketing e Comunicação (DEMC)

Editoria Técnica
Fone: (48)3665-5449