Sabor e identidade cultural na cuia

Gisele Dias

Resumo


Não é de hoje que a erva-mate faz companhia aos habitantes das localidades mais ao Sul das Américas. Os índios que habitavam a região, ainda antes da chegada dos colonizadores europeus, já usavam a erva. Nos tempos atuais, consumi-la tornou-se um costume arraigado em parte do Brasil, Uruguai, Argentna e Paraguai. A erva também passou a ser utlizada na confecção de diversos produtos, como chás e outras bebidas,
gêneros alimentcios, produtos de higiene, cosmétcos e medicamentos.

A planta pode ser encontrada em toda a região sul da América do Sul,
mas a produzida no Planalto Norte catarinense associada com a floresta é diferenciada, com característcas únicas. Esses diferenciais levaram a Associação dos Produtores de Erva-Mate do Planalto Norte Catarinense (Aspromate) a desencadear o processo para obtenção de um Indicação Geográfca (IG). 


Palavras-chave


Erva mate; indicação geográfica

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista Agropecuária Catarinense



REVISTA AGROPECUÁRIA CATARINENSE (RAC) 

       ISSN 2525-6076 on-line
       ISSN 0103-0779 impresso
        

Epagri / Departamento Estadual de Marketing e Comunicação (DEMC)

Editoria Técnica
Fone: (48)3665-5449