A aquicultura de Santa Catarina em números

Autores

  • Robson Ventura de Souza Epagri/Cedap
  • Bruno Corrêa da Silva Epagri/CEPIT
  • André Luis Tortato Novaes Epagri/ Cedap

Resumo

Esse documento apresenta à sociedade catarinense dados sobre os cultivos aquáticos, prática que chamamos de aquicultura. Santa Catarina figura como o principal produtor de moluscos e como um dos principais produtores de peixes de água doce do Brasil. Os números mostram também que o Estado tem sido capaz de aproveitar a sua geografia diversa para a produção de organismos aquáticos em diferentes ambientes: a produção de moluscos nas baías e enseadas abrigadas da costa; a produção de tilápias nas regiões de baixa altitude; e a produção de carpas, jundiás e de trutas nas regiões de maior altitude e menores temperaturas. Os cultivos, realizados em sua maioria por empreendimentos familiares, têm significativa importância social, seja como alternativa de geração de renda ou como fonte de alimento. A análise comparativa entre os resultados obtidos por produtores amadores e comerciais evidencia a importância do trabalho da pesquisa, assistência técnica e extensão rural da Epagri para o desenvolvimento dessa atividade. Aquicultores devidamente assistidos e capacitados podem deixar de usufruir da atividade apenas como alternativa de subsistência e partir para a produção profissional, passando a obter melhores resultados econômicos nos seus empreendimentos. Assim, podem contribuir de forma ainda mais significativa para a produção agropecuária do Estado e consolidá-lo como referência na produção sustentável de alimentos saudáveis no Brasil.

Downloads

Publicado

2022-07-29

Como Citar

de Souza, R. V. ., da Silva, B. C., & Novaes, A. L. T. (2022). A aquicultura de Santa Catarina em números. Documentos, (354). Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/DOC/article/view/1532