Monitoramento da qualidade da água no sistema integrado piscicultura-suinocultura em propriedades do Oeste Catarinense

Autores

  • Julio Cesar Pascale Palhares Embrapa Pecuária Sudeste
  • Arlei Coldebella Embrapa Suínos e Aves

Palavras-chave:

dejetos de suínos, impacto ambiental, legislação

Resumo

Resíduos orgânicos estão presentes em grande quantidade nas regiões Meio-Oeste e Oeste Catarinense. A piscicultura integrada pode atuar como auxiliadora no manejo ambiental desses resíduos desde que a integração não seja um fator de depreciação da qualidade dos recursos hídricos. O objetvo deste estudo foi monitorar os parâmetros de qualidade da água de viveiros manejados em sistema integrado piscicultura-suinocultura. As maiores frequências em desacordo com
os padrões legais foram observadas para o oxigênio dissolvido e pH. No verão, as médias de sólidos totais dissolvidos (STD) e demanda química de oxigênio (DQO) foram maiores, e para todos os outros parâmetros as médias foram maiores no inverno. Os resultados permitram concluir que as águas dos viveiros apresentaram reduzido potencial de impacto aos recursos hídricos.

Downloads

Publicado

2020-04-28

Como Citar

Palhares, J. C. P., & Coldebella, A. (2020). Monitoramento da qualidade da água no sistema integrado piscicultura-suinocultura em propriedades do Oeste Catarinense. Agropecuária Catarinense, 25(1), 58-62. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/RAC/article/view/637

Edição

Seção

Artigo Científico

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.