Validação de dois sistemas de previsão para o controle da requeima do tomateiro na região de Caçador , SC

Autores

  • Walter Ferreira Becker Epagri/Estação Experimental de Caçador

Palavras-chave:

Lycopersicon esculentum, previsão de doença, controle químico, Phytophthora infestans.

Resumo

O modelo MacHardy desenvolvido em New Hampshire, EUA, e o modelo Maschio & Sampaio desenvolvido em Colombo, PR, foram comparados ao sistema de controle tradicional da requeima do tomateiro, na região de Caçador, SC. A indicação de pulverização pelo sistema de previsão permitiu uma redução na aplicação de fungicidas na ordem de 30% a 54,6% no sistema MacHardy e de 20% a 40% no sistema Maschio & Sampaio, em relação ao sistema tradicional. A produtividade das cultivares Carmem e Santa Clara não diferiu entre os sistemas
de previsão. A severidade da doença foi significativamente maior na primeira safra da cultivar Santa Clara, com controle tradicional, mas não diferiu dos sistemas de previsão na cultivar Carmem. Na segunda safra não houve
diferença na severidade da doença entre os tratamentos. Verificou-se que os sistemas de previsão permitiram um retardamento entre duas a quatro semanas no início da primeira pulverização comparados ao sistema tradicional.

Downloads

Publicado

2021-06-23

Como Citar

Becker, W. F. (2021). Validação de dois sistemas de previsão para o controle da requeima do tomateiro na região de Caçador , SC. Agropecuária Catarinense, 18(3), 63-68. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/981

Edição

Seção

Artigo Científico