Caracterização genética das leveduras de fermentação como elemento de Indicação Geográfica da cachaça e aguardente artesanais de Luiz Alves, SC

Autores

Palavras-chave:

Indicação Geográfica, marcadores moleculares, diferenciação genética

Resumo

O município de Luiz Alves, SC, mantém tradições familiares na produção de cachaça e aguardente por alambiques artesanais, demandando processos de Identificação Geográfica para valorização do produto local e proteção do conhecimento tradicional associado. A fim de subsidiar a Identificação Geográfica dos produtos, o objetivo deste trabalho foi caracterizar, por bases moleculares, as leveduras nativas utilizadas por seis alambiques da região. Foram realizadas análises de três regiões genômicas: internal transcribed spacer (ITS), large subunit rRNA (LSU) e interdelta para comparação com a levedura comercial UFLA CA-11. Apesar da similaridade das sequências LSU/ITS de todas as leveduras nativas com Saccharomyces cerevisiae, inferências filogenéticas e análises de componentes principais da região interdelta demonstram diferenciação genética importante em relação à levedura comercial, além da singularidade entre as amostras de diferentes estabelecimentos. Os resultados apresentados são pioneiros na caracterização molecular de leveduras utilizadas no processo de produção de cachaças em SC visando à Identificação Geográfica dos produtos de Luiz Alves, e traz o potencial de uso destes marcadores moleculares no processo.

Biografia do Autor

Valdir Marcos Stefenon, UFSC/CCA

Biólogo, PhD, UFSC/CCA, Rod. Admar Gonzaga, 1346, 88034-000, Florianópolis, SC, fone (48) 3721-5331

Bruna Ronchi Hermann, UFSC/CCA

Acadêmica do Curso de Agronomia

Julia Zappelini, UFSC/CCA

Engenheira Agrônoma, M.Sc.

Milena Martins Machado, UFSCS/CCA

Acadêmica do Curso de Agronomia

Referências

ARAÚJO, T.M., SOUZA, M.T.; DINIZ, R.H.S.; YAMAKAWA, C.K.; SOARES, L.B.; LENCZAK, J.L.; DE CASTRO OLIVEIRA, J.V.; GOLDMAN, G.H.; BARBOSA, E.A.; CAMPOS, A.C.S.; CASTRO, I.M.; BRANDÃO, R.L. Cachaça yeast strains: alternative starters to produce beer and bioethanol. Antonie van Leeuwenhoek, v.111 n.10, p.1749-66, 2018. DOI: https://doi.org/10.1007/s10482-018-1063-3

BARBOSA, E.A.; SOUZA, M.T.; DINIZ, R.H.S.; GODOY-SANTOS, F.; FARIA-OLIVEIRA, F.; CORREA, L.F.M.; ALVAREZ, F.; COUTRIM, M.X.; AFONSO, R.J.D.C.F.; CASTRO, I.D.M.; BRANDÃO, R.L. Quality improvement and geographical indication of cachaça (Brazilian spirit) by using locally selected yeast strains. Journal of Applied Microbiology, v.121, n.4, p.1038–1051, 2016. DOI: https://doi.org/10.1111/jam.13216

BADOTTI, F.; BELLOCH, C.; ROSA, C.A.; BARRIO, E.; QUEROL, A. Physiological and molecular characterisation of Saccharomyces cerevisiae cachaça strains isolated from different geographic regions in Brazil. World Journal of Microbiology and Biotechnology, v.26, n.4, p.579-587, 2010.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Decreto nº 6.871, de 4 de junho de 2009. Brasília, DF, 2009.

FERREIRA-D’SILVA, A.; BADOTTI, F.; PINHEIRO, C.S.R.; GONÇALVES, C.M.; HUGHES, F.M.; GÓES-NETO, A.; UETANABARO, A.P.T. Diversity of Saccharomyces cerevisiae strains isolated of the spontaneous fermentation of cachaça from northeastern Brazil. Brazilian Journal of Development, v.5, n.11, p.27448-2746, 2019.

HAMMER, Ø.; HARPER, D.; RYAN, P.D. Past: paleontological statistics software package for education and data analysis. Palaeontologia Electronica, v.4, p.1-4, 2001.

HOANG, M.T.V.; IRINYI, L.; CHEN, S.C.A.; SORRELL, T.C.; THE ISHAM BARCODING OF MEDICAL FUNGI WORKING GROUP; MEYER, W. Dual DNA Barcoding for the Molecular Identification of the Agents of Invasive Fungal Infections. Frontiers in Microbiology, v.10, n.1647, 2019. DOI: https://doi.org/10.3389/fmicb.2019.01647

Downloads

Publicado

2021-11-08

Como Citar

Marcos Stefenon, V., Ronchi Hermann, B., Zappelini, J., & Martins Machado, M. (2021). Caracterização genética das leveduras de fermentação como elemento de Indicação Geográfica da cachaça e aguardente artesanais de Luiz Alves, SC. Agropecuária Catarinense, 34. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/RAC/article/view/1104

Edição

Seção

Nota Científica