Preparados homeopáticos e diversidade genética no manejo de doenças da goiabeira-serrana

Autores

  • Ariane Luckmann Bohneberger Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc)/Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV)
  • Maria Aparecida Cordova Sá Epagri/Estação Experimental de Lages
  • Pedro Boff Epagri/Estação Experimental de Lages

Palavras-chave:

Acca sellowiana, antracnose, cercosporiose, homeopatia, resistência

Resumo

Doenças foliares da goiabeira-serrana causadas por microrganismos podem provocar a desfolha da planta e comprometer a produção de frutos. O objetivo do estudo foi avaliar o efeito de preparados homeopáticos e a reação de progênies de goiabeira-serrana no manejo das principais doenças foliares. Os tratamentos homeopáticos constaram de pulverizações em progênies de goiabeira, com os seguintes preparados: Silicea terra 30CH; triturado do gorgulho Conotrachelus sp.  30CH; macerado do gorgulho Conotrachelus sp. 30CH; Carbo vegetabilis 30CH; triturado da mosca-das-frutas Anastrepha fraterculus 30CH; e água destilada, como testemunha. Progênies de diferentes procedências foram avaliadas quanto à incidência de antracnose, cercosporiose e fumagina. Não houve diferença significativa entre os preparados homeopáticos quanto à incidência das três doenças. Na avaliação de resistência, observaram-se dois agrupamentos distintos, um deles com sete progênies de menor incidência das três doenças.

Downloads

Publicado

2020-04-28

Como Citar

Bohneberger, A. L., Sá, M. A. C., & Boff, P. (2020). Preparados homeopáticos e diversidade genética no manejo de doenças da goiabeira-serrana. Agropecuária Catarinense, 24(1), 87-89. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/684

Edição

Seção

Nota Científica