Incidência de machos adultos de traça-do-tomateiro nos sistemas de produção convencional e integrada de tomates em Caçador, SC

Autores

  • Janaina pereira dos Santos Epagri/Estação Experimental de Caçador
  • Walter Ferreira Becker Epagri/Estação Experimental de Caçador
  • Anderson Fernando Wamser Epagri/Estação Experimental de Caçador
  • Siegfried Mueller Epagri/Estação Experimental de Caçador
  • Fabrizio Carbone Romano Basf

Palavras-chave:

Tuta absoluta, Lycopersicum esculentum, monitoramento de pragas

Resumo

Este estudo teve como objetivo verificar a ocorrência de machos adultos da traça-do-tomateiro (Tuta absoluta) nos sistemas de produção convencional (PCT) e integrada de tomates (PIT), capturados em armadilhas com feromônio sexual. O estudo foi desenvolvido na Epagri/Estação Experimental de Caçador, SC, nos anos agrícolas 2005/06 e 2006/07, em duas áreas de tomateiro da cultivar Alambra, uma conduzida no sistema de PCT e outra no sistema de PIT. Nas duas áreas, foram coletados frutos para avaliar danos da traça. No ano agrícola
2005/06, nas duas áreas, a maior captura de adultos ocorreu no final de março, sendo que durante todo o período, na área de PCT, ocorreu maior captura de adultos/armadilha em relação à área conduzida no sistema de PIT. No ano agrícola 2006/07, observou-se o mesmo comportamento; no entanto, no final do ciclo ocorreu maior captura de adultos/armadilha na área de PIT em relação a PCT. Houve aumento da população da praga nas duas áreas no final do ciclo dos dois anos agrícolas devido às condições climáticas favoráveis ao inseto e à diminuição das aplicações de inseticidas.

Downloads

Publicado

2021-02-12

Como Citar

dos Santos, J. pereira, Becker, W. F., Wamser, A. F. ., Mueller, S., & Romano, F. C. (2021). Incidência de machos adultos de traça-do-tomateiro nos sistemas de produção convencional e integrada de tomates em Caçador, SC. Agropecuária Catarinense, 21(1), 66-73. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/843

Edição

Seção

Artigo Científico