Estimativa da área foliar do alho usando dimensões e biomassa seca do limbo foliar

Autores

  • Anderson Fernando Wamser Epagri/Estação Experimental de Caçador
  • Dr. Siegried Mueller Epagri/Estação Experimental de Caçador
  • Dr. Luiz Antonio Palladini Epagri/Estação Experimental de Caçador

Palavras-chave:

Allium sativum L., fator de forma, fator de biomassa

Resumo

O objetivo deste trabalho foi estimar a área foliar do alho através das dimensões e da biomassa seca do limbo foliar. Foram determinados para as cultivares Contestado 12, Caçador 40, Chonan Takashi, Jonas,
Quitéria, Roxo Caxiense e Fuego Inta o fator de forma (f) e o fator de biomassa (fb), através da análise de regressão linear passando pela origem. As equações obtidas a partir das dimensões foliares permitiram estimativas com menores erros em relação às equações obtidas a partir da biomassa do limbo foliar, para todas as cultivares. A área foliar das cultivares de alho podem ser estimadas por um f único igual a 0,59. Foi determinado o fb de 150,86 para o grupo de cultivares Caçador 40, Jonas e Quitéria; de 136,95 para o grupo de cultivares Contestado 12, Chonan Takashi e Roxo Caxiense; e de 123,97 para a cultivar Fuego Inta.

Downloads

Publicado

2007-03-01

Como Citar

Wamser, A. F., Mueller, S., & Palladini, L. A. . (2007). Estimativa da área foliar do alho usando dimensões e biomassa seca do limbo foliar. Agropecuária Catarinense, 20(1), 49-52. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/876

Edição

Seção

Artigo Científico

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.