Obtenção de duas safras de uva por ciclo vegetativo pelo manejo da poda

Autores

  • Mário Luís Fochesato Faculdade de Agronomia/UFRGS
  • Dr. Paulo Vitor Dutra de Souza UFRGS
  • Msc. Sofia Agostini UFRGS

Palavras-chave:

época de poda, Vitis labrusca, fenologia, produção

Resumo

Avaliaram-se épocas de poda seca e verde para antecipar a primeira safra e obter uma segunda safra de uva das cultivares Niagara Rosada e Branca (Vitis labrusca L.), cultivadas no sistema de espaldeira. O
experimento foi realizado na Estação Experimental da UFRGS em Eldorado do Sul, RS, nas safras 2000/01 e 2003/04. Os tratamentos, na safra 2000/01, em ‘Niagara Rosada’ constaram de duas épocas de poda seca (12/7/00 e 10/8/00) e duas intensidades de poda verde (desponte do sarmento a partir da quarta ou oitava folha acima do último
cacho). Na safra 2003/04 foram avaliadas três épocas de poda verde em ‘Niagara Rosada’ e ‘Niagara Branca’. Observou-se que a antecipação da poda seca permitiu adiantar em até oito dias a colheita da cultivar Niagara Rosada. A poda verde propiciou a colheita de uma segunda safra no mesmo ciclo vegetativo nas cutivares Niagara Branca e Niagara Rosada. A poda verde atrasou a colheita normal em ambas as cultivares, mas não alterou a produção por planta. A ‘Niagara Branca’ apresentou maior potencial para produzir uma segunda safra, sendo
colhidos 3,6kg/planta, enquanto que nas plantas de ‘Niagara Rosada’ colheu-se 1,3kg/planta.


Downloads

Publicado

2007-03-01

Como Citar

Fochesato, M. L., de Souza, P. V. D. ., & Agostini, S. . (2007). Obtenção de duas safras de uva por ciclo vegetativo pelo manejo da poda. Agropecuária Catarinense, 20(1), 53-57. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/877

Edição

Seção

Artigo Científico