Exigência térmica e número de dias entre a floração e a colheita para a bananeira ‘Grande Naine’ em condições subtropicais

Autores

  • Ricardo José Zimmermann de Negreiros Epagri / Estação Experimental de Itajaí
  • Robert Harri Hinz Epagri/EEI
  • Henri Stuker Epagri/EEI

Palavras-chave:

soma térmica, bananicultura subtropical, ecofisiologia vegetal

Resumo

O objetivo deste trabalho foi determinar a exigência térmica em graus-dia (GD) e o número de dias entre a floração e a colheita (F/C) para a bananeira ‘Grande Naine’ em condições subtropicais, na região de Itajaí, Santa Catarina, Brasil. Foram identificadas, na primeira quinzena de cada mês, no período de dezembro de 2011 a fevereiro de 2013, plantas de bananeira que possuíam inflorescência no estágio inicial. O somatório de graus-dia foi calculado considerando-se a temperatura basal de 14°C. A soma térmica e o tempo necessários para o completo desenvolvimento do cacho de bananeira ‘Grande Naine’ na fase fenológica F/C apresentam variação sazonal de 673 a 1.001 GDs e de 92 a 164 dias respectivamente. Os resultados do trabalho indicam a necessidade de desenvolvimento de métodos para a programação de colheita e tecnologias de manejo para a minimização dos danos aos frutos das plantas com florescimento no período março-agosto na região estudada.

Downloads

Publicado

2020-04-28

Como Citar

de Negreiros, R. J. Z., Hinz, R. H., & Stuker, H. (2020). Exigência térmica e número de dias entre a floração e a colheita para a bananeira ‘Grande Naine’ em condições subtropicais. Agropecuária Catarinense, 27(1), 76-79. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/586

Edição

Seção

Artigo Científico