Influência da irrigação e da fertirrigação no rendimento de frutos de macieiras ‘Kinkas’

Autores

DOI:

https://doi.org/10.52945/rac.v35i1.1078

Palavras-chave:

concentração de nutrientes, Malus domestica, tensiometria

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar a concentração de nutrientes nas folhas e o rendimento de maçãs em função do uso da irrigação e da forma de aplicação de adubos ao solo (convencional sólida ou fertirrigação). O experimento foi conduzido na safra 2014/15 em um pomar instalado sobre um Cambissolo Húmico, em São Joaquim (SC), com o cultivar Kinkas. Os tratamentos foram: adubação sólida convencional (ASC); adubação sólida convencional + irrigação (ASC+I); fertirrigação (F); e fertirrigação + irrigação (F+I). Utilizou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, com oito repetições. A necessidade e o tempo de irrigação foram determinados pela média das leituras dos tensiômetros instalados entre as unidades experimentais. Foram avaliados os teores de Ca, Mg, P e K no solo e nas folhas, os parâmetros de produtividade, sólidos solúveis, acidez titulável e firmeza de polpa. O número e a produtividade de frutos, assim como os atributos de solo, não foram afetados pelos tratamentos. Nas folhas, os teores de Ca foram maiores no tratamento com I+F em relação ao com ASC+I; para Mg, os maiores teores ocorreram nos tratamentos com ASC e ASC+I; para o K, os tratamentos com I+F e F foram os que apresentaram os maiores teores. A menor concentração de açúcares nos frutos ocorreu no tratamento com fertirrigação. Apesar de afetar a composição das folhas, a forma de aplicação dos adubos e a irrigação não afetaram a produtividade de maçãs.

 

Biografia do Autor

Juliana Hugen Cechinel, CAV - UDESC

Engenheira Agrônoma, formada pela Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC no ano de 2008. Mestre em Ciência do Solo pela Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC no ano de 2015. Cursando doutorado em Ciência do solo pela UDESC. Área de concentração: Fruticultura. 

Marlise Nara Ciotta, Epagri

Possui graduação em Agronomia pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), concluído no ano de 1998. Mestrado em Manejo do Solo pela Universidade do Estado de Santa Catarina (CAV/UDESC), concluído em 2001, e Doutorado em Ciência do Solo pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), concluído em 2014. Realizou Estágio (Doutorado ?Sandwich?) pelo Programa de Doutorado Sanduiche no Exterior (PDSE - CAPES processo BEX 11571-13-6), na Libera Università di Bolzano, em Bolzano, Itália, de outubro de 2013 a fevereiro de 2014. Possui experiência profissional como docente pela atuação como Professora colaboradora no Centro de Ciências Agroveterinárias (2001/2002) e na Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL), em 2002. Atua profissionalmente na Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (EPAGRI) com enquadramento funcional Agente Técnico de Formação Superior, de 2003 até setembro de 2018, na Estação Experimental de São Joaquim onde trabalhou no projeto de pesquisa com flores e plantas ornamentais de clima temperado e fruticultura de clima temperado. Atualmente, na Estação Experimental de Lages, com manejo da fertilidade do solo em campo nativo e pastagens. Possui experiência na área de Agronomia, com ênfase em Ciência do Solo, nos seguintes temas: manejo do solo, fertilidade do solo, componentes químicos do solo.

Gilberto Nava, Embrapa Clima Temperado

É Doutor em Agronomia na área de Solos e Nutrição de Plantas pela Esalq/USP - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz desde de 11 de setembro de 2007. Cursou seu Doutorado Sanduiche no ano de 2006 junto ao Agriculture and Agri-Food Canada no Pacific Agricultural Research Centre (PARC) sob orientação do pesquisador Gerry Neilsen. É mestre em Ciência do Solo pela UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1997). Possui graduação em Agronomia pela Universidade do Estado de Santa Catarina (1994). Realizou treinamento no Japão junto ao National Institute of Fruit Tree Science (MAFF) no ano de 1999 na área de Solos e Nutrição de plantas. Atualmente é pesquisador da Embrapa Clima Temperado, onde atua principalmente em linhas de pesquisas relacionadas com Fertilidade do Solo e Nutrição de fruteiras de Clima temperado.

Paulo Roberto Ernani, Udesc/Centro de Ciências Agroveterinárias

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), concluída em 1978, mestrado em Fertilidade do Solo pela UFRGS (1981), doutorado em Soil Fertility and Plant Nutrition pela Purdue University, USA, (1989), e pós-doutorado pela Michigan State University, USA, (2001). É pesquisador-bolsista do CNPq desde 1984. É professor Titular da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), em Lages, desde 1981, onde leciona as disciplinas de Química do Solo e Fertilidade do Solo, tanto na graduação quanto na pós-graduação. Foi duas vezes Chefe do Departamento de Solos e duas vezes Coordenador do curso de Agronomia da UDESC. Foi Diretor do Núcleo Regional Sul da Sul da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo. Foi Membro e Coordenador do Comitê Assessor (CA) de Agronomia do CNPq. É avaliador de Cursos e Instituições do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES) e do Sistema de Acreditação do Mercosul (ARCO-SUR). É consultor de várias revistas científicas nacionais e internacionais, e de vários institutos estaduais e federais de fomento à pesquisa científica, além de Editor Assistente da Revista Brasileira de Ciência do Solo. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fertilidade do Solo e Adubação, atuando principalmente nos seguintes temas: solos ácidos, milho, macieira, alumínio trocável, disponibilidade de nutrientes e recomendação de adubação.

Referências

CASTELO BRANCO, M. S., Desenvolvimento inicial de macieiras submetidas a regimes de irrigação e fertirrigação em São Joaquim-SC. 1998. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo). Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, SC, 2014.

CHEN, J.; GABELMAN, W., H. Morphological and physiological characteristics of tomato roots associated with potassium-acquisition efficiency. Scientia Horticulturae, v.83, p.213–225. 1999. Disponível em: http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0304423899000795. Acesso em: 09 ago. 2017.

COMISSÃO DE QUÍMICA E FERTILIDADE DO SOLO (CQFS/RS e SC). Manual de adubação e calagem para os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.10 ed. Porto Alegre, 2004. 400p.

COMISSÃO DE QUÍMICA E FERTILIDADE DO SOLO (CQFS/RS e SC). Manual de calagem e adubação para os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.11 ed. Porto Alegre, 2016. 376 p.

CONCEIÇÃO, M.A.F.; NACHTIGALL, G. R.; CARGINO, C.; FIORAVANÇO, J. C. Demanda hídrica e coeficientes da cultura (Kc) para macieiras em Vacaria-RS. Ciência Rural, Santa Maria-RS, v.41, n.3, p.459-462, 2011.

COELHO, E.F.; SOUZA, V.F.; PINTO, J. M. Manejo da Fertirrigação em Fruteiras. Bahia Agrícola, v.6, n.1, 2003. P 65-70. Disponível em: http://www.seagri.ba.gov.br/sites/default/files/V6N1_pesq_manejo.pdf, acesso em: 02 jun 2014.

DORTZBACH, D.; PEREIRA, M. G.; VIANNA, L. F. N.; GONZÁLEZ, A. P. Horizontes diagnósticos superficiais de Cambissolos e uso de δ13C como atributo complementar na classificação de solos. Pesquisa agropecuária brasileira, Brasília, v.51, n.9, p.1339-1348, set. 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pab/v51n9/0100-204X-pab-51-09-1339.pdf. Acesso em: 25 ago. 2017.

EMBRAPA. Manual de análises químicas de solos, plantas e fertilizantes. Brasília, DF: Embrapa, 2009. 627p. (Embrapa Informação Tecnológica).

EMBRAPA. Sistema brasileiro de classificação de solos. 3.ed. rev. e ampl. Brasília,DF: Embrapa, 2013. 353p.

EPAGRI. Dados e Informações Biofísicas da Unidade de Planejamento Regional Planalto Sul Catarinense – UPR 3. Florianópolis, SC, 2002.

EPAGRI. A Cultura da Macieira. 1. ed. Florianópolis, SC, 2006. 743 p.

ERNANI, P. R.; ALMEIDA, J. A. & SANTOS, F. C. Fósforo. In: Fertilidade do Solo. NOVAIS, R.F.; ALVAREZ, V.H.; BARROS, N. F.; FONTES, R. L. F.; CANTARUTTI, R. B.; NEVES, J. C. L. (Ed.) Viçosa, MG; Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2007.

ERNANI, P. R. Química do solo e disponibilidade de nutrientes. Lages - SC, 2008. 230 p.

H. FILHO, S.F.; SOUSA, V.F. de.; AZEVEDO, B.M. de.; ALCANTARA, R.M.C.M. de.; RIBEIRO, V.Q.; ELOI, W.M. Efeitos da fertirrigação de N e K2O na absorção de macronutrientes pela gravioleira. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola Ambiental, Campina Grande, PB. v.10, n.1, p.43–49, 2006.

HOFFMANN, A.; NACHTIGALL, G.R. Fatores edafoclimáticos.In: Maçã: produção. NACHTIGALL, G. R. (Ed.) Bento Gonçalves: Embrapa Uva e Vinho; Brasília. (Embrapa Informação Tecnológica) 2004. p. 25-31.

NACHTIGALL, G.R.; CARGNINO, C.; NAVA, G. Efeito da Irrigação e Fertirrigação na Produtividade e Qualidade de Macieiras Royal Gala. 2006–2008. 2012.

NACHTIGALL, G.R.; CARGINO, C.; ERNANI, P.R. Disponibilidade de Água no Solo para o Cultivo de Macieira nas Safras 2008/09 a 2012/13 em Vacaria, RS. Embrapa. Bento Gonçalves, RS. 2013. (Comunicado Técnico, 147)

NOVAIS, R.F.; ALVAREZ, V.H.; BARROS, N. F.; FONTES, R. L. F.; CANTARUTTI, R. B.; NEVES, J. C. L. Fertilidade do Solo. Viçosa, MG, Sociedade Brasileira de Ciência do Solo. 2007. 1017p.

OLIVEIRA, R. H.; ROSOLEM, C. A.; TRIGUEIRO, R. M. Importância do fluxo de massa e difusão no suprimento de potássio ao algodoeiro como variável de água e potássio no solo. Revista Brasileirade Ciência do Solo, Viçosa, v.28, n.3, p.439-445, 2004 . Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832004000300005. Acesso em: 09 ago. 2017.

PEREIRA, A. B.; VILLA NOVA, N. A.; ALFARO, A. T. Necessidades hídricas de citros e macieiras a partir da área foliar e da energia solar. Revista Brasileira de Fruticultura, v.31, n.3. pp. 671-679. 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0100-29452009000300008&script=sci_arttext. Acesso em: 11/03/2015.

SANTOS, P.G. dos.; BERTOL, I.; MIQUELLUTI, D.J.; ALMEIDA, J.A.; MAFRA, A.L. Agrupamento de pedons de Cambissolos húmicos com base em atributos físicos e químicos utilizando a estatística multivariada. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.39, p.350-360, 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbcs/v39n2/0100-0683-rbcs-39-2-0350.pdf. Acessoem: 08 ago. 2017.

SAS INSTITUTE. The SAS-system for windows: release 6.08 (Software). Cary, 633p. 1996.

SEZERINO, A.A. Sistema de produção para a cultura da macieira em Santa Catarina. Florianópolis: Epagri, v. 136, 2018.

SOUZA, T.R.D., BÔAS, R.L.V., QUAGGIO, J.A., SALOMÃO, L.C.; FORATTO, L. C. Dinâmica de nutrientes na solução do solo em pomar fertirrigado de citrus. Pesquisa agropecuária brasileira, Brasília, v.47, n.6, p.846-854, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pab/v47n6/47n06a16.pdf. Acesso em: 17 ago. 2017.

SORRENTI, G., ROMBOLÁ, A. D., GARSEA, G., PIERI, A., PORRO, D.; BRUNETTO, G., MIOTTO, A.; SCHIMIDT, D.E; GATIBONI, L. C. O cultivo da macieira na Itália: porta-enxertos, cultivares, adubação e irrigação. Biotemas, v.25, n.4, p.121-129, Florianópolis, SC. 2012. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/biotemas/article/view/2175-7925.2012v25n4p121. Acesso em: 07 ago. 2017.

TEDESCO, M.J.; GIANELLO, C.; BISSANI, C.A.; BOHNEN, H. & VOLKWEISS, S.J. Análise de solo, plantas e outros materiais. 2. Ed. Porto Alegre, RS. Departamento de Solos UFRGS, 174 p., 1995.

Downloads

Publicado

2022-04-19

Como Citar

Hugen Cechinel, J., Nara Ciotta, M. ., Nava, G. ., & Roberto Ernani, P. (2022). Influência da irrigação e da fertirrigação no rendimento de frutos de macieiras ‘Kinkas’. Agropecuária Catarinense, 35(1), 67-72. https://doi.org/10.52945/rac.v35i1.1078

Edição

Seção

Artigo Científico