Minha terra tem palmito...

Autores

  • Cinthia Andruchak Freitas Epagri / Departamento Estadual de Marketing e Comunicação

Resumo

A dança das folhas no vento e a sombra convidativa das palmeiras
são como uma recompensa para quem cultiva essas plantas. Mas a beleza é só um dos atributos: essas plantas garantem o sustento de 1,6 mil famílias de agricultores em Santa Catarina. As lavouras, que mais parecem florestas, cobrem 4,4 mil hectares do litoral catarinense e rendem quase 20 milhões de hastes de palmito por ano. A maior parte é processada em 50 agroindústrias, de onde saem, anualmente, 36 milhões de vidros de conserva destinados ao comércio dentro e fora do País. 

Essa cadeia produtiva que cresce 10% ao ano apesar dos freios da crise econômica já movimenta R$154 milhões em Santa Catarina em todas as suas etapas: produção de mudas, cultivo e processamento industrial. No norte do Estado, o palmito é a terceira cultura agrícola mais importante depois do arroz e da banana. A região de Joinville responde por 80% da produção estadual.

Biografia do Autor

Cinthia Andruchak Freitas, Epagri / Departamento Estadual de Marketing e Comunicação

Jornalista

Downloads

Publicado

2017-01-09

Como Citar

Freitas, C. A. (2017). Minha terra tem palmito. Agropecuária Catarinense, 29(3), 25-30. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/140

Edição

Seção

Reportagem

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.