Variações de salinidade nas Baías Norte e Sul da Ilha de Santa Catarina: implicações para o cultivo de moluscos bivalves

Autores

  • Robson Ventura de Souza Epagri/Centro de Desenvolvimento em Aquicultura e Pesca (Cedap); Rod. Admar Gonzaga 1188, Itacorubi, Florianópolis, Santa Catarina 88034-901, fone: (48) 3665-5060
  • André Luis Tortato Novaes Epagri/Cedap
  • Luis Hamilton Pospissil Garbossa Epagri/Ciram
  • Guilherme Sabino Rupp Epagri/Departamento Estadual de Gestão da Pesquisa e Inovação

Palavras-chave:

salinidade, moluscos bivalves, mariscos, aquicultura.

Resumo

Resumo: Registradores de dados com sensores para salinidade foram instalados em cinco pontos de monitoramento nas Baías Norte e Sul, a 1,5 e a três metros de profundidade. Esses pontos foram monitorados durante um evento de chuva intensa, quando foi registrado em quatro dias quase o dobro da precipitação média esperada para o mês de setembro. Salinidades obtidas a 1,5 metros foram inferiores às registradas a três metros de profundidade, em três dos cinco pontos de monitoramento. Implicações desses resultados para os cultivos de moluscos são discutidas com base na profundidade dos parques aquícolas estabelecidos pelo Governo federal em Santa Catarina.


Biografia do Autor

Robson Ventura de Souza, Epagri/Centro de Desenvolvimento em Aquicultura e Pesca (Cedap); Rod. Admar Gonzaga 1188, Itacorubi, Florianópolis, Santa Catarina 88034-901, fone: (48) 3665-5060

Médico-veterinário, MSc.

 

André Luis Tortato Novaes, Epagri/Cedap

Engenheiro-agrônomo, Dr.

Luis Hamilton Pospissil Garbossa, Epagri/Ciram

Engenheiro civil, Dr. 

Guilherme Sabino Rupp, Epagri/Departamento Estadual de Gestão da Pesquisa e Inovação

Biólogo, Dr.

Referências

D’AQUINO, C.A.; FILHO J.P.; SCHETTINI C.A.F. Fluvial modulation of hydrodynamics and salt transport in a highly stratified estuary. Brazilian Journal of Oceanography, v.58, p.165-175, 2010.

EPAGRI. Síntese Anual da Agricultura de Santa Catarina 2008-2009. Florianópolis: Epagri/Cepa, 2009. 311p.

MARINHA DO BRASIL. Instrução técnica a-06a assunto: procedimentos para levantamentos hidrográficos (LH) executados por entidades extra Marinha. Diretoria de Hidrografia e Navegação, 2002.

NOVAES, A.L.T.; VIANNA L.F.N.; SANTOS A.A.; SILVA F.M.; SOUZA R.V. Planos Locais de Desenvolvimento da Maricultura de Santa Catarina. Panorama da Aquicultura, v. 21, p. 52-58, 2010.

PEREIRA, R.C.; SOARES-GOMES A. Biologia Marinha. Rio de Janeiro: Interciência, 2002. 382p.

RUPP, G.S.; PARSONS G.J. Effects of salinity and temperature on the survival and byssal attachment of the lion’s paw scallop Nodipecten nodosus at its southern distribution limit. Journal of Experimental Marine Biology and Ecology, v.309, p.173-198, 2004.

SCHETTINI, C.A.F. Caracterização física do estuário do rio Itajaí-Açu. Revista Brasileira de Recursos Hídricos, v.7, p.123-142, 2002.

Downloads

Publicado

2017-01-09

Como Citar

Souza, R. V. de, Novaes, A. L. T., Garbossa, L. H. P., & Rupp, G. S. (2017). Variações de salinidade nas Baías Norte e Sul da Ilha de Santa Catarina: implicações para o cultivo de moluscos bivalves. Agropecuária Catarinense, 29(3), 45-48. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/147

Edição

Seção

Nota Científica

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.