Estimativa da duração da fase florescimento-colheita em variedades de pessegueiro em Urussanga, SC

Autores

  • Augusto Carlos Pola Epagri / Estação Experimental de Urussanga
  • Emilio Della Bruna Epagri / Estação Experimental de Urussanga
  • Álvaro José Back Epagri / Estação Experimental de Urussanga
  • Alexsander Luís Moreto Epagri / Estação Experimental de Urussanga

Palavras-chave:

Prunus persica, fenologia, temperatura, desenvolvimento de frutos.

Resumo

Resumo: Este trabalho objetivou desenvolver modelos de regressão para prever a duração do período florescimento-colheita em Urussanga, Santa Catarina. Essa previsão é importante por auxiliar na tomada de decisões quanto à época e à intensidade do raleamento. Foram avaliadas as correlações entre a duração do citado período, a data da plena floração e as temperaturas médias diárias acumuladas após essa data. A data de plena floração se destacou como a variável mais importante para as estimativas. Com relação à variável temperatura, a média dos primeiros 70 dias após a plena floração para as variedades de ciclo curto e médio e a média dos primeiros 100 dias para as de ciclo longo foram as que apresentaram as maiores correlações. Este estudo indicou que outros fatores intrínsecos e relacionados à data da plena floração, além da temperatura que ocorre posteriormente, podem ter influência sobre a duração da fase florescimento-colheita.

 

Biografia do Autor

Augusto Carlos Pola, Epagri / Estação Experimental de Urussanga

Engenheiro-agrônomo, M.Sc., C.P. 49, 88840-000 Urussanga, SC, fone: (48) 3403-1400

Emilio Della Bruna, Epagri / Estação Experimental de Urussanga

Engenheiro-agrônomo, M.Sc.

Álvaro José Back, Epagri / Estação Experimental de Urussanga

Engenheiro-agrônomo, Dr.

Alexsander Luís Moreto, Epagri / Estação Experimental de Urussanga

Engenheiro-agrônomo, Dr.

Referências

BONORA, E.; STEFANELLI, D.; COSTA, G. Nectarine fruit ripening and quality assessed using the index of absorbance difference. International Journal of Agronomy, v. 2013, p.1-8, 2013.

CONEVA, E.D.; CLINE, J. Blossom thinners reduce crop load and increase fruit size and quality of peaches. HortScience, v.41, p.1596-1601, 2006.

DAY, K.; LOPEZ, G.; DEJONG, T.M. Using growing degree hours accumulated thirty days after bloom to predict peach and nectarine harvest date. Acta Horticulturae, v.803, p.163-166, 2008.

DELA BRUNA, E. Curva de crescimento de frutos de pêssego em regiões subtropicais. Revista Brasileira de Fruticultura, v.29, p.685-689, 2007.

FARRAR, D.; GLAUBER, R.R. Multicollinearity in regression analysis: the problem revisited. Review of Economics and Statistics, v.49, p.92-107, 1967.

LOPEZ, G.; DEJONG, T.M. Spring temperatures have a major effect on early stages of peach fruit growth. Journal of Horticultural Science and Biotechnology, v.82, p.507-512, 2007.

LOPEZ, G.; DEJONG, T.M. Using growing degree hours accumulated thirty days after bloom to help growers predict difficult fruit sizing years. Acta Horticulturae, v.803, p.175-180, 2008.

MARRA, F.P.; INGLESE, P.; DEJONG, T.M.; JOHNSON, R.S. Thermal time requirement and harvest time forecast for peach cultivars with different fruit development periods. Acta Horticulturae, v.592, p.523-529, 2002.

MURAO, S.; FUKUDA, T.; MARUO, Y. Prediction of cropping optimum period of peach [Prunus persica] “Akatsuki” by average temperature and duration of bright sunshine. Bulletin of the Kagawa Prefecture Agricultural Experiment Station, v.55, p.33-36, 2002.

NAVA, G.A.; MARODIN, G.A.B.; SANTOS, R.P. Reprodução do pessegueiro: efeito genético, ambiental e de manejo das plantas. Revista Brasileira de Fruticultura, v.31, p.1218-1233, 2009.

PETRI, J.L.; LEITE, G.B. Consequences of insufficient winter chilling on apple tree bud-break. Acta Horticulturae, v.662, p.53-60, 2004.

SOUZA, A.P.; LEONEL, S.; SILVA, A.C. Basal temperature and thermal sum in phenological phases of nectarine and peach cultivars. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.46, p.1588-1596, 2011.

TOMBESI, S.; SCALIA, R.; CONNELLl J.; LAMPINEN, B.; DEJONG, T.M. Fruit development in almond is influenced by early spring temperatures in California. The Journal of Horticultural Science and Biotechnology, v.85, p.317-322, 2010.

Downloads

Publicado

2016-10-05

Como Citar

Pola, A. C., Della Bruna, E., Back, Álvaro J., & Moreto, A. L. (2016). Estimativa da duração da fase florescimento-colheita em variedades de pessegueiro em Urussanga, SC. Agropecuária Catarinense, 29(2), 68-73. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/71

Edição

Seção

Artigo Científico

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.