Alternativas de manejo para o controle do declínio da videira

Autores

  • Marco Antonio Dalbó Epagri/Estação Experimental de Videira
  • Msc. Edegar Peruzzo Epagri/Estação Experimental de Videira
  • Msc. Enio Schuck Epagri/Estação Experimental de Videira

Palavras-chave:

viticultura, uva, manejo do solo, Eurhizococcus brasiliensis.

Resumo

O declínio da videira, que ocorre no Sul do Brasil, refere-se a um conjunto de sintomas que levam ao enfraquecimento e morte das plantas. As causas parecem ser múltiplas, incluindo-se a pérola-da-terra
(Eurhizococcus brasiliensis Hempel), fungos de solo e outras causas de estresse para as plantas. Neste trabalho, avaliou-se o efeito de três alternativas para o seu controle: preparo do solo pré-plantio em trincheiras, controle químico da pérola-da-terra e três diferentes porta-enxertos: SO4, Paulsen 1103 e 043-43. O experimento foi repetido em dois locais com histórico de problemas de mortalidade de plantas, avaliando-se o número de plantas doentes no quarto e quinto ciclos vegetativos das plantas. Todos os três fatores tiveram efeito significativo na expressão dos sintomas, indicando a necessidade de aplicação conjunta das alternativas. Observaram-se sintomas de ataque de fungos de solo nas raízes, indicando excesso de umidade no solo, sendo que o efeito benéfico do preparo do solo em trincheiras pode estar relacionado ao efeito de drenagem.

Downloads

Publicado

2007-03-01

Como Citar

Dalbó, M. A., Peruzzo, E. ., & Schuck, E. (2007). Alternativas de manejo para o controle do declínio da videira. Agropecuária Catarinense, 20(1), 58-61. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/878

Edição

Seção

Artigo Científico

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.