Morfogênese de vimeiro tratado com preparados homeopáticos e fitoterápicos

Autores

  • Jamille Casa Udesc/CAV
  • Dr. Mari Inês Carissimi Boff Udesc/Centro de Ciências Agroveterinárias
  • Dr. Tássio Dresch Rech Epagri/Estação Experimental de Lages
  • Dr. Pedro Boff Epagri/Estação Experimental de Lages

Palavras-chave:

Salix, morfogênese, homeopatia.

Resumo

A localização do cultivo do vime em áreas úmidas, próximas aos cursos de água, requer um manejo fitossanitário de mínimo impacto, como aquele preconizado através da homeopatia e fitoterapia. O presente
trabalho, conduzido na Epagri/Estação Experimental de Lages, teve o objetivo de avaliar o efeito de preparados homeopáticos e fitoterápicos sobre a morfogênese e o acúmulo de biomassa em Salix viminalis, espécie de vimeiro recentemente introduzida para cultivo comercial na Região Serrana Catarinense. Os preparados fitoterápicos ou homeopáticos aplicados a diferentes diluições centesimais hahnemannianas (CH) não afetaram, de modo geral, a morfogênese e o acúmulo de biomassa de Salix viminalis, embora o efeito “hormesis” possa estar presente entre as potências 6CH e 30CH.

Downloads

Publicado

2007-03-01

Como Citar

Casa, J., Boff, M. I. C. ., Rech, T. D. ., & Boff, P. (2007). Morfogênese de vimeiro tratado com preparados homeopáticos e fitoterápicos. Agropecuária Catarinense, 20(1), 71-74. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/881

Edição

Seção

Nota Científica