Comportamento de cultivares de feijoeiro ao crestamento bacteriano comum, em condições de casa-de-vegetação

Autores

  • Fernando Vavassori Universidade Comunitária Regional de Chapecó
  • Gustavo de Faria Theodoro Univ. Fed. Santa Maria
  • Daniel Henrique Herbes Unochapecó
  • Lucilene de Abreu Unochapecó

Palavras-chave:

Xanthomonas axonopodis pv. phaseoli, Phaseolus vulgaris, resistência genética.

Resumo

Foi avaliado o comportamento de cultivares de feijoeiro frente ao crestamento bacteriano comum (CBC), causado por Xanthomonas axonopodis pv. phaseoli, em condições de casa-de-vegetação. Procedeu-se à inoculação foliar pelo método de agulhas múltiplas e a avaliação da severidade da doença ocorreu aos 7, 11, 15 e 19 dias após a inoculação (DAI). Posteriormente, estimou-se a área abaixo da curva de progresso do crestamento bacteriano comum (AACPCBC). Aos 19 DAI, apenas as cultivares IPR Juriti, BR 6-Barriga Verde e SCS 202-Guará mostraram-se com maiores níveis de resistência foliar ao CBC. As cultivares IPR Juriti, BR 6-Barriga Verde, SCS 202-Guará e Graúna apresentaram as menores AACPCBC entre as cultivares avaliadas.

Downloads

Publicado

2021-05-27

Como Citar

Vavassori, F., Theodoro, G. de F. ., Herbes, D. H. ., & de Abreu, L. (2021). Comportamento de cultivares de feijoeiro ao crestamento bacteriano comum, em condições de casa-de-vegetação. Agropecuária Catarinense, 19(1), 74-77. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/919

Edição

Seção

Artigo Científico