Análise econômica do robalo-comum, Centropomus undecimalis, cultivado em gaiolas flutuantes no Sul do Brasil

Autores

  • Fabiano Müller Silva Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina - Epagri
  • Vinicius Ronzani Cerqueira Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Departamento de Aquicultura, Laboratório de Piscicultura Marinha (LAPMAR) https://orcid.org/0000-0002-7385-677X
  • Giovanni Lemos de Mello Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Laboratório de Aquicultura (LAQ)

DOI:

https://doi.org/10.52945/rac.v35i3.1472

Palavras-chave:

piscicultura marinha, taxa interna de retorno, custo de produção, índices economicos

Resumo

 A viabilidade econômica do cultivo do robalo-flecha foi avaliada a partir de uma fazenda marinha simulada com 20 tanques-rede de 225m³, com ciclo de produção de dois anos, peixes com peso final de 500g e produção anual de 45 toneladas. Os custos de produção considerados foram o custo operacional efetivo (COE), custo operacional total (COT), custo total de produção (CTP). Os índices para a avaliação da rentabilidade foram a Taxa Interna de Retorno (TIR), o Retorno do Capital (RC) e o Valor Presente Líquido (VPL). O CTP foi de USD$305,820 ano-1, com USD$6.79 kg-1. A análise de sensibilidade pela variação da taxa de conversão alimentar (TCA) reforça a importância das boas práticas de produção, como o manejo alimentar adequado, uso de dietas balanceadas. Os fatores: preço dos juvenis, custo da ração e preço de venda, mais dependentes do mercado, necessitam de uma maior habilidade do produtor em aplicar estratégias comerciais e mercadológicas para conter o custo de produção e evitar a redução do preço de venda. O alto custo de instalação das estruturas de cultivo e equipamentos de manejo sugere projetos com taxa mínima de atratividade de 23%, volume mínimo de 6.500m³, produtividade de 20kg m-3, produção anual de 65 toneladas, TCA abaixo de 1,6 e preço de comercialização acima de USD$8,39 kg-1.

Biografia do Autor

Fabiano Müller Silva, Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina - Epagri

Centro de Desenvolvimento em Aquicultura e Pesca. Piscicultura

Vinicius Ronzani Cerqueira, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Departamento de Aquicultura, Laboratório de Piscicultura Marinha (LAPMAR)

Graduação em Oceanologia (1981) pela Universidade Federal do Rio Grande, mestrado (Diplome d'Etudes Aprofondies) em Océanologie (1983) e doutorado em Océanographie (1986) pela Aix-Marseille Université (AMU) da França. Pós-doutorado no Instituto de Acuicultura de Torre de la Sal (CSIC) da Espanha (2007). Professor adjunto da Universidade Federal de Santa Catarina a partir de 1989. Professor titular de Piscicultura Marinha desde 1997. Experiência de ensino, pesquisa e extensão em Aquicultura, com ênfase em Piscicultura, atuando principalmente nos seguintes temas: reprodução e engorda de peixes marinhos, notadamente robalos americanos (Centropomus parallelus e C. undecimalis), robalo europeu (Dicentrarchus labrax), linguado (Paralichthys orbignyanus), carapeba (Eugerres brasilianus), sardinha (Sardinella brasiliensis), tainha (Mugil liza), e adaptação ao cativeiro e crescimento com caranha (Lutjanus cyanopterus), vermelho (L. analis), garoupa (Epinephelus marginatus) e bijupirá (Rachycentron canadum).

Giovanni Lemos de Mello, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Laboratório de Aquicultura (LAQ)

Graduado na primeira turma do Brasil de Engenharia de Aquicultura, pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC (2003), possui Mestrado (2007) e Doutorado (2014) pelo Programa de Pós-Graduação em Aquicultura da UFSC. A partir de 02 fevereiro de 2009 ingressou no serviço público, na área da pesquisa, através de sua contratação pela EPAGRI, atuando como pesquisador no Centro de Desenvolvimento em Aquicultura e Pesca - CEDAP e no Campo Experimental de Piscicultura de Camboriú. Desde então, a piscicultura marinha é uma de suas principais linhas de pesquisa. Entre outubro de 2010 e março de 2013 foi professor colaborador da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC, Campus Laguna). Em março de 2013, foi efetivado nesta Instituição, onde atualmente é Professor Adjunto V. Foi chefe do Departamento de Engenharia de Pesca e Ciências Biológicas e coordenador dos cursos de graduação em Engenharia de Pesca e Ciências Biológicas (Biodiversidade e Conservação, e Biologia Marinha), entre 2017 e 2019. É editor-chefe da revista AQUACULTURE BRASIL, fundada em 2016. É professor orientador do Programa de Pós-graduação em Zootecnia (PPG-ZOO) da UDESC/Chapecó

Referências

AGNESE, C.; D'ASARO, F.; GRILLONE, G.; DRAGO, A. Comparison of temperature data collected in urban and agricultural areas surrounding. Italian Journal of Agrometeorology, v.13, p.48–49, 2008.

ALVAREZ-LAJONCHÈRE, L.S.; IBARRA-CASTRO, L. Aquaculture species selection method applied to marine fish in the Caribbean. Aquaculture, v.408, p.20-29, 2013. DOI: https://doi.org/10.1016/j.aquaculture.2013.05.020.

ASSAF NETO, A. Os Métodos Quantitativos de Análise de Investimentos. Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras, Caderno de Estudos [online], n.6, p.01-16, 1992. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-92511992000300001

BARBOSA, M.C.; NEVES, F.F.; CERQUEIRA, V.R. Taxa alimentar no desempenho de juvenis de robalo-peva em tanque-rede. Acta Scientiarium. Animal Sciences [online], v.33, n.4, p.369-372. 2011. DOI: https://doi.org/10.4025/actascianimsci.v33i4.11413.

BARNI, E.; AMARAL, H. DO; MELLO, G.L. DE; SILVA, M.C.; CERQUEIRA, V.R. E GARCIA, S. Prospecção de mercado para o robalo de cultivo em municípios litorâneos de Santa Catarina. Florianópolis, SC, 2013. 55p. (Epagri. Documentos, 243).

CARVALHO-FILHO, J. Especialista produz com sucesso alevinos de robalo flecha. Panorama da Aquicultura, v.19, n.114, p.58-59. 2009.

CAVALLI, R.O. Com excelentes condições ambientais, piscicultura marinha carece de investimentos. Visão Agrícola (Usp/Esalq), n.11, p.18-23. 2012.

ELER, M.N.; MILLANI, T.J. Métodos de estudos de sustentabilidade aplicados à aquicultura. Revista Brasileira de Zootecnia [online], v.36, p.33-44. 2008. DOI: https://doi.org/10.1590/S1516-35982007001000004.

FAO. Cage aquaculture – Regional reviews and global overview. Rome, 2007. 241 p. (FAO. Fisheries Technical Paper, 498)

FAO. The State of World Fisheries and Aquaculture. Rome, 2016. 223p.

GRILLONE, G.; BAIAMONTE, G.; D'ASARO, F. Empirical determination of the average annual runoff coefficient in the Mediterranean area. American Journal of Applied Sciences, v.11, n.1, p.89–95. 2014. DOI: https://doi.org/10.3844/ajassp.2014.89.95.

HOWELLS, R.G.; SONSKI, A.J.; SHAFLAND, P.L.; HILTON B.D. Lower temperature tolerance of snook, Centropomus undecimalis. Northeast Gulf Science, v.11, p.55-158. 1990. DOI: https://doi.org/10.18785/negs.1102.08.

JIAN C-Y; CHENG, S.Y.; CHEN, J.C. Temperature and salinity tolerances of yellowfin sea bream, Acanthopagrus latus, at different salinity and temperatures levels. Aquaculture Research, v.34, n.2, p.175-185. 2003. DOI: https://doi.org/10.1046/j.1365-2109.2003.00800.x.

KIMPARA, J.M.; ZAJDBAND, A.D.; VALENTI, W.C. Medindo a sustentabilidade na aquicultura. Sociedade Brasileira de Limnologia, V.38, n.2, p.73-79. 2010.

KODAMA, G.; ANNUNCIAÇÃO, W.F.; SANCHES, E.G.; GOMES, C.H.A.M.; TSUZUKI, M.Y. Economic feasibility of clown fish, Amphiprion ocellaris, in recirculation system. Boletim do Instituto de Pesca, v.37, n.1, p.61-72. 2011.

MARQUEZAN, L.H.F.; BRONDANI, G. Análise de Investimentos. Revista Eletrônica de Contabilidade. v.3, n.1, p.35. 2012. DOI: https://doi.org/10.5902/198109466137. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/contabilidade/article/view/21. Acesso em: 4 out. 2022.

MARSHALL, A.R. A survey of the snook fishery of Florida, with studies of the biology of the principal species, Centropomus undecimalis (Bloch). Florida State Board Conservation Technical Series, v.22, p.39, 1958.

MATSUNAGA, M.; BEMELMANS, P. F.; TOLEDO, P. D.; DULLEY, R. D.; OKAWA, H.; & PEDROSO, I. A. Metodologia de custo de produção utilizada pelo Instituto de Economia Agrícola. Agricultura em São Paulo. v.23, n.1, p.123-139, 1976.

MELLO, G.L.; FARIAS, A.P.; FRANCISCO, C.A.; SERAFIM, F.T.; VARELA, D.G.; AGUIAR, A.; PETERSEN, R.L. Policultivo de tilápias e camarões marinhos: consolidando um pacote tecnológico modelo para o Brasil - Parte 2. Revista Aquicultura & Pesca, v.1, p.48-55, 2009.

MELLO, G.L. DE; JERÔNIMO, G.T.: TANCREDO, K.R.; BROL, J.; ALMEIDA, E.J. DE; MARTINS, M.L.; TSUZUKI, M.Y. 2016. Development and health status of Centropomus undecimalis parasitized by Rhabdosynochus rhabdosynochus (Monogenea) under different salinity and temperature conditions. Brazilian Journal of Veterinary Parasitology, v.24, n.3, p.350-356, 2016. ISSN 0103-846X (Print), ISSN 1984-2961 (Electronic). DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1984-29612015062.

MIAO, S.; TANG, H.C. Bioeconomic analysis of improving management productivity regarding grouper Epinephelus malabaricus farming in Taiwan. Aquaculture, v.211, p.151-169, 2002. DOI: https://doi.org/10.1016/S0044-8486(02)00190-4.

OVIEDO-PÉREZ, A.; SANCHEZ-ZAMORA, A.; OVIEDO-ACEVES, A.; PINEDA-SANDOVAL, C. Centropomus undecimalis obtained in Lab: Growth of juvenile in floating cages in Veracruz, México. In: Strike A Chord for Sustainable Aquaculture. 2013, Nashville. Anais. Book of Abstracts, World Aquaculture Society. 2013.

ROCHA, C. M. C. D., RESENDE, E. K. D., ROUTLEDGE, E. A. B.; LUNDSTEDT, L. M. Avanços na pesquisa e no desenvolvimento da aquicultura brasileira. Pesquisa agropecuária brasileira, v.48, n.8, p.4-6, 2013. ISSN 1678-3921. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-204X2013000800iii.

SANCHES, E. G.; SECKENDORFF, R.W.V.; HENRIQUES, M.B.; FAGUNDES, L.; SEBASTIANI, E.F. Viabilidade econômica do cultivo do bijupirá (Rachycentron canadum) em sistema offshore. Informações Econômicas, v.38, p.42-51, 2008.

SANCHES, E.G.; MELLO, G.L.; AMARAL JÚNIOR, H. First occurrence of skeletal anomalies in common snook juveniles. Boletim do Instituto de Pesca, v.39, n.1, p.77-83, 2013.

SANCHES, E.G.; SILVA, F.C.; RAMOS, A.P.F.A. Viabilidade econômica do cultivo do robalo-flecha em empreendimentos de carcinicultura no Nordeste do Brasil. Boletim do Instituto de Pesca, v.40, p.577-588, 2014.

SCHMIDT-NIELSEN, K. Fisiologia Animal: Adaptação e Meio Ambiente. 5.ed. São Paulo, SP: Santos Livraria e Editora, 1996. 600 p.

SGROI, F.; DI TRAPANI, A.M.; TESTA, R.; TUDISCA, S. Strategy to increase the farm competitiveness. American Journal of Agricultural and Biological Sciences, v.9, n.3, p.394–400, 2014. DOI: https://doi.org/10.3844/ajabssp.2014.394.40.

SILVA, F.M.; SILVA, B.C.; CERQUEIRA, V.R. Different densities of common snook reared in marine cages in Southern Brazil. Boletim do Instituto de Pesca, v.47, 2021. DOI: https://doi.org/10.20950/1678-2305/bip.2021.47.e643.

TUCKER, J.W. Marine Fish Culture. Ed. Springer Science & Business Media Publishing Company, 2012. 750p.

TUDISCA, S.; DI TRAPANI A.M.; DONIA E.; SGROI F.; TESTA R. Entrepreneurial strategies of Etna wine farms. International Journal Entrepreneurship Small Bus, v.21, p.155-164, 2014a. DOI: https://doi.org/10.1504/IJESB.2014.059470.

TUDISCA, S.; DI TRAPANI A.M.; SGROI F.; TESTA R. Economic evaluation of PDO introduction in Sicilian orange farms. Quality-Access Success, v.14, n.139, p.99-103, 2014b.

Downloads

Publicado

2022-12-26

Como Citar

Silva, F. M., Ronzani Cerqueira, V., & Lemos de Mello, G. (2022). Análise econômica do robalo-comum, Centropomus undecimalis, cultivado em gaiolas flutuantes no Sul do Brasil. Agropecuária Catarinense, 35(3), 62-69. https://doi.org/10.52945/rac.v35i3.1472

Edição

Seção

Artigo Científico