Produção, época de colheita e qualidade de cinco variedades de amoreira-preta em Chapecó, SC

Autores

  • Eduardo Cesar Brugnara Epagri/Centro de Pesquisa para Agricultura Familiar, C.P. 791, 89801-970, Chapecó, SC

Palavras-chave:

Rubus sp., cultivar, sólidos solúveis, acidez, produtividade

Resumo

Resumo: – Algumas variedades de amoreira-preta (Rubus sp.) se adaptam a regiões de baixa disponibilidade de frio como o Oeste de Santa Catarina. Chapecó não é um importante produtor de amoras-pretas, mas oferece algumas oportunidades de mercado. O objetivo deste trabalho foi avaliar a época de colheita, a produtividade e a qualidade das frutas de cinco variedades de amoreira-preta no município. As variedades Brazos, Tupy, Cherokee, Guarani e Xavante foram avaliadas durante duas safras quanto a número e massa de pseudofrutos produzidos, época de colheita, massa individual, teor de sólidos solúveis e acidez total do suco dos pseudofrutos. A maior produtividade foi observada para ‘Tupy’ (13,3t ha-1 ano-1), cujo suco foi pouco ácido e com maior relação entre sólidos solúveis e acidez que ‘Xavante’ e semelhante às demais. ‘Brazos’ necessitou do menor tempo para acumular 10% e 90% da massa de amoras colhidas; e ‘Guarani’, do maior tempo. Conclui-se que a variedade Tupy é a mais produtiva, produzindo amoras de tamanho grande, baixa acidez e boa relação entre sólidos solúveis e acidez. ‘Brazos’ é a variedade mais precoce e ‘Guarani’ a mais tardia.



Biografia do Autor

Eduardo Cesar Brugnara, Epagri/Centro de Pesquisa para Agricultura Familiar, C.P. 791, 89801-970, Chapecó, SC

Engenheiro-agrônomo, M.Sc.

Referências

ANTUNES, L.E.C. Características da fruta da amoreira-preta. In: ANTUNES, L.E.C.; RASEIRA, M.C.B. (Eds.). Aspectos técnicos da cultura da amora-preta. Pelotas: Embrapa Clima Temperado, 2004. p.43-44. (Embrapa Clima Temperado. Documentos, 122).

ANTUNES, L.E.C.; TREVISAN, R.; GONÇALVES, E.D. Propagação, plantio e tratos culturais. In: ANTUNES, L.E.C.; RASEIRA, M.C.B. (Eds.). Aspectos técnicos da cultura da amorapreta. Pelotas: Embrapa Clima Temperado, 2004. p.37-42. (Embrapa Clima Temperado. Documentos, 122).

ANTUNES, L.E.C.; GONÇALVES, E.D.; TREVISAN, R. Fenologia e produção de cultivares de amoreira-preta em sistema agroecológico. Ciência Rural, Santa Maria, v.40, n.9, p.1929-1933, 2010. Disponível em: http://www.s c i e l o . b r / s c i e l o . p h p ? p i d = S 0 1 0 3 -

&script=sci_arttext. Acesso em: 4 maio 2015.

BORCHARDT, I.; HEIDEN, F.C.; FAORO, I.D. (Coords.). Fruticultura catarinense em números - 2012/13. Florianópolis: Epagri, 2013. 61p. Disponível em: http://docweb.epagri.sc.gov.br/website_cepa/publicacoes/P r o d u c a o _ f r u t i c u l t u r a _ S a n t a % 2 0Catarina_2013.pdf. Acesso em: 18 set. 2014.

BORTOLINI, A.J.; MELO, A.; LUZ, A.R.; MACEDO, T.A.; RUFATO, L.; KRETZSCHMAR, A.A. Produtividade e qualidade de frutos de Amoreira-preta no município de Lages, SC. In: ENCONTRO NACIONAL SOBRE

FRUTICULTURA DE CLIMA TEMPERADO, 14., 2015, Fraiburgo. Anais... Caçador: Epagri, 2015. p.52

BOTELHO, R.V.; PAVANELLO, A.P.; BROETTO, D.; SCISLOSKI, S.F.; BALDISSERA, T.S. Fenologia e produção da amoreira-preta sem espinhos cv. Xavante na região de Guarapuava-PR. Scientia Agraria, Curitiba, v.10, n.3, p.209-214, 2009. Disponível em: <http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs/index.php/agraria/article/viewFile/14506/9904>. Acesso em: 4 maio 2015.

CAMPAGNOLO, M.A.; PIO, R. Produção da amoreira-preta ‘Tupy’ sob diferentes épocas de poda. Ciência Rural, Santa Maria, v.42, n.2, p.225-231, 2012. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782012005000007>. Acesso em: 15 jul. 2015.

DORIGON, C. Mercado de produtos coloniais da Região Oeste de Santa Catarina: em construção. 437f. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção), Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008.

FERREIRA, L.V. Produção de amora-preta, sistemas de condução, doses de torta de mamona e concentrações de cálcio e boro. 113f. Dissertação (Mestrado em Ciências), Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, RS, 2012.

FIGUEIREDO, M.A.; PIO, R.; SILVA, T.C.; SILVA, K.N. Características florais e carpométricas e germinação in vitro de grãos de pólen de cultivares de amoreira-preta. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.48, n.7, p.731-740, 2013. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/pab/v48n7/05.pdf>. Acesso em: 4 jul. 2015.

HIRSCH, G.E.; FACCO, E.M.P.; RODRIGUES, D.B.R.; VIZZOTTO, M.; EMANUELLI, T. Caracterização físico-química de variedades de amora-preta da região sul do Brasil. Ciência Rural, Santa Maria, v.42, n.5, p.942-947, 2012. Disponível em:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782012000500029. Acesso em: 5 ago. 2015.

PEREIRA, I.S. Adubação de pré-plantio no crescimento, produção e qualidade da amoreira-preta (Rubus sp.). 148p. Dissertação (Mestrado em Agronomia), Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2008.

PEREIRA, I.S.; PICOLOTTO, L.; CORREA, A.P.A.; RASEIRA, M.C.B.; ANTUNES, L.E.C. Informações técnicas de cultivares de amoreira-preta. Pelotas: Embrapa Clima Temperado, [2014?].

PERUZZO, E.L.; DALBÓ, M.A.; PICCOLI, P. Amora-preta: variedades e propagação. Agropecuária Catarinense, Florianópolis, v.8, n.3, p.53-55, 1995.

RASEIRA, M.C.B; SANTOS, A.M.; BARBIERI, R.L. Classificação botânica, origem e cultivares. In: ANTUNES, L.E.C. (Ed.). Sistema de Produção de amoreira-preta. Pelotas: Embrapa Clima Temperado, 2008. Disponível em: http://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Amora/

SistemaProducaoAmoreiraPreta/botanica.htm. Acesso em: 7 ago. 2015.

SEGANTINI, D.M.; LEONEL, R.; CUNHA, A.R.; FERRAZ, R.A.; RIPARDO, A.K.S. Exigência térmica e produtividade da amoreirapreta em função das épocas de poda. Revista Brasileira de Fruticultura, v.36, n.3, p.568-575, 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0100-

&script=sci_arttext. Acesso em: 4 jul. 2015.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIÊNCIA DO SOLO. Manual de adubação e calagem para os Estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. 10.ed. Porto Alegre, RS: SBCS/Núcleo Regional Sul; Comissão de Química e Fertilidade do Solo – RS/SC, 2004. 400p.

SOUZA, R.T.M. Gestão ambiental de agroecossistemas familiares mediante o método MESMIS de avaliação de sustentabilidade. 216f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental), Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2013.

TADEU, M.H.; SOUZA, F.B.M.; PIO, R.; VALLE, M.H.R.; LOCATELLI, G.R.; GUIMARÃES, G.F.; SILVA, B.E.C. Poda drástica de verão e produção de cultivares de amoreirapreta em região subtropical. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.50, n.2, p.132-140, 2015. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/pab/v50n2/0100-204Xpab-50-02-00132.pdf>. Acesso em: 25 maio 2015.

WREGE, M.S.; HERTER, F.G. Condições de clima. In: ANTUNES, L.E.C.; RASEIRA, M.C.B. (Eds.). Aspectos técnicos da cultura da amora-preta. Pelotas: Embrapa Clima Temperado, 2004. p.13-16 . (Embrapa Clima Temperado, Documentos, 122).

WREGE, M.S.; STEINMETZ, S.; REISSER JÚNIOR, C.; ALMEIDA, I.R. (Eds.). Atlas climático da região Sul do Brasil: Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Pelotas: Embrapa Clima Temperado; Colombo: Embrapa Florestas, 2011. 336p.

ZEVIANI, W.M. Parametrizações interpretáveis em modelos não lineares. 146f. Tese (Doutorado em Estatística e Experimentação Agropecuária),

Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG, 2013.

Downloads

Publicado

2017-01-09

Como Citar

Brugnara, E. C. (2017). Produção, época de colheita e qualidade de cinco variedades de amoreira-preta em Chapecó, SC. Agropecuária Catarinense, 29(3), 71-75. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/151

Edição

Seção

Artigo Científico

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.