Genotipagem de cultivares de bananeira do banco de germoplasma da Epagri por RAPD

Autores

  • Cristiane Maria da Silva Universidade Federal de Santa Catarina/Centro de Ciências Agrárias
  • Eliza Clarindo Paulino Epagri/EEItajaí
  • Adriana Pereira Epagri/EEItajaí
  • Robert Harri Hinz Epagri/EEItajaí
  • Luiz Alberto Lichtemberg Epagri/EEItajaí
  • Fernando Adami Tcacenco Epagri/EEItajaí
  • Marciel João Stadnik Universidade Federal de Santa Catarina/Centro de Ciências Agrárias

Palavras-chave:

banana, variabilidade genética, melhoramento, marcadores

Resumo

A banana (Musa spp.) está entre as frutas mais consumidas do mundo. Embora exista um número expressivo de cultivares de bananeira, poucos apresentam importância comercial. Para avanços nos programas de melhoramento genétco dessa cultura, existe a necessidade de compreender a estrutura genômica e as relações genétcas existentes entre os acessos
depositados nos bancos de germoplasma. Assim, o objetvo deste trabalho foi levantar a variabilidade genétca existente entre 15 acessos do Banco de Germoplasma de Bananeira da Epagri por meio da técnica RAPD. Foram utilizados 78 iniciadores de PCR, os quais geraram um total de 855 bandas polimórfcas. Os dados de presença/ausência de bandas foram submetidos
à análise de conglomerados. Os resultados mostraram que os marcadores RAPD foram eficazes em revelar a existência de diversidade genétca entre os cultivares analisados, bem como em separar os grupos genômicos A e B e os cultivares de acordo com seus respectivos subgrupos.

Downloads

Publicado

2020-04-28

Como Citar

da Silva, C. M., Paulino, E. C., Pereira, A., Hinz, R. H., Lichtemberg, L. A., Tcacenco, F. A., & Stadnik, M. J. (2020). Genotipagem de cultivares de bananeira do banco de germoplasma da Epagri por RAPD. Agropecuária Catarinense, 27(2), 94-98. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/RAC/article/view/579

Edição

Seção

Artigo Científico