Desempenho de genótipos de milho-pipoca no Planalto Norte Catarinense

Autores

  • Rogério Luiz Backes Epagri/Estação Experimental de Canoinhas
  • Alvadi Antonio Balbinot Junior Embrapa
  • Eduardo Sawazaki Insituto Agronomico de Campinas
  • Gilson José Marcinichen Gallotti Epagri/Estação Experimental de Canoinhas
  • Glauco Vieira Miranda UFV/Departamento de Fitopatologia

Palavras-chave:

Zea mays, produtividade, capacidade de expansão.

Resumo

Com o objetivo de avaliar o desempenho de genótipos de milho-pipoca no Planalto Norte de Santa Catarina, foram realizados experimentos na Epagri/Estação Experimental de Canoinhas, nas safras 2003/04 e
2004/05. Foram avaliados 15 genótipos no primeiro experimento e dez no segundo experimento. Observou-se variação entre os genótipos quanto às características de ciclo, porte, quebra de colmos, produtividade e capacidade de expansão. Os híbridos IAC 112 e IAC 125 apresentaram elevado potencial de produção de grãos e boa capacidade de expansão dos grãos.


Downloads

Publicado

2021-04-09

Como Citar

Backes, R. L., Balbinot Junior, A. A. ., Sawazaki, E. ., Gallotti, G. J. M. ., & Miranda, G. V. . (2021). Desempenho de genótipos de milho-pipoca no Planalto Norte Catarinense. Agropecuária Catarinense, 20(1), 78-81. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/883

Edição

Seção

Nota Científica