Avaliação agronômica de seis forrageiras perenes subtropicais no Planalto Norte Catarinense

Autores

  • Ana Lúcia Hanisch Epagri / Estação Experimental de Canoinhas
  • Angela Fonseca Rech Epagri / Estação Experimental de Lages
  • Daniel Dalgallo Epagri / Escritório Local de Porto União

Palavras-chave:

Produção de forragem, persistência, valor nutritivo

Resumo

Foram avaliados os genótpos Axonopus catharinensis (duas procedências), Hemarthria altssima (cv. Flórida e cv. Empasc 302), Cynodon sp cv. Tifon-85 e Paspalum notatum var. Pensacola na primavera-verão de 2006/07 e de 2007/08. Houve interação entre genótpos e anos de avaliação. No intervalo de cortes avaliado, considerando-se produção de massa seca (MS) e manutenção da porcentagem de cobertura do solo, as duas procedências de Axonopus catharinensis, com produção média de MS de 11.000kg/ha, e a Hemarthria altssima cv. Flórida, com 10.700kg/ha, indicaram adaptação às condições edafoclimátcas do Planalto Norte Catarinense.

Downloads

Publicado

2020-04-28

Como Citar

Hanisch, A. L., Rech, A. F., & Dalgallo, D. (2020). Avaliação agronômica de seis forrageiras perenes subtropicais no Planalto Norte Catarinense. Agropecuária Catarinense, 25(2), 57-60. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/651

Edição

Seção

Nota Científica

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.