Sistemas de preparo do solo, doses e fontes de adubo nitrogenado na produtividade de milho

Autores

  • Eloi Erhard Scherer Epagri/Centro de Pesquisa para Agricultura Familiar – Cepaf
  • Cristiano Nunes Nesi

Palavras-chave:

Zea mays L, estercos, suínos, aves, nitrogênio.

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar a resposta do milho à aplicação de esterco de aves (EA), de suínos (ES) e nitrato de amônio (NA) em dois sistemas de preparo do solo. O trabalho foi desenvolvido em Latossolo
Vermelho distroférrico típico, no município de Chapecó, SC, no período de 1998 a 2002. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com parcelas subdivididas e quatro repetições. Nas parcelas foram avaliados
os sistemas de preparo do solo plantio direto (SPD) e convencional (SPC) e nas subparcelas, doses de ES para suprir zero, 60, 120 e 240kg/ha de N e EA e NA aplicados na dose para suprir 120kg/ha de N, além de uma testemunha, sem adubo. Houve resposta significativa do milho à adubação nitrogenada. As maiores produtividades foram obtidas com utilização de NA e ES. Em aplicação superficial, sem incorporação, o EA apresentou menor eficiência em comparação ao ES, que teve eficiência similar ao NA, tanto no SPC como no SPD. A máxima eficiência técnica
foi estimada para uma aplicação anual de 192kg/ha de N-ES.

Downloads

Publicado

2021-04-09

Como Citar

Scherer, E. E., & Nunes Nesi, C. (2021). Sistemas de preparo do solo, doses e fontes de adubo nitrogenado na produtividade de milho. Agropecuária Catarinense, 20(2), 67-71. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/892

Edição

Seção

Artigo Científico