Atributos químicos do solo e resposta de plantas forrageiras à aplicação de esterco líquido de suínos por longo período em sistema de plantio direto

Autores

  • Eloi Erhard Scherer Epagri/Centro de Pesquisa para Agricultura Familiar (Cepaf), C.P. 791, 89801-970 Chapecó, SC
  • Evandro Spagnollo Epagri / Cepaf
  • Ivan Tadeu Baldissera Epagri / Cepaf

Palavras-chave:

Adubação orgânica, gramíneas anuais, produção de forragem, nutrientes no perfil

Resumo

Resumo: O experimento foi conduzido de 1996 a 2012 em Chapecó, SC, com o objetivo de avaliar o efeito de sucessivas aplicações de esterco líquido de suínos (ELS) sobre os atributos químicos do solo e a produção de forragem com rotação de culturas no sistema de plantio direto. Foram utilizadas doses de 0, 40 e 80m3 ha-1 de ELS e um tratamento com adubação mineral (NPK), aplicados anualmente nos quatro primeiros anos de cultivo, e duas vezes ao ano nos cultivos subsequentes na semeadura das forrageiras de inverno e de verão, num total de 27 aplicações. Para avaliar a produção de matéria seca (MS) foram realizados dois cortes em cada espécie forrageira. No último ano, foram coletadas amostras de solo em diferentes profundidades para análise química. Os resultados mostraram que a adubação orgânica pode substituir com vantagem a adubação mineral (NPK). Para cada m3 ha-1 de ELS aplicado foi obtido, na média dos anos, 0,047, 0,130, 0,116 e 0,155t ha-1 de MS de aveia, milho silagem, milheto e sorgo-forrageiro respectivamente. A aplicação sucessiva de ELS aumentou a disponibilidade de P, K, Cu e Zn na camada superficial do solo. O acúmulo excessivo de nutrientes, principalmente de P e metais pesados, na camada superficial do solo representa um potencial risco de contaminação das águas superficiais, especialmente em áreas suscetíveis à erosão hídrica. 

 

Biografia do Autor

Eloi Erhard Scherer, Epagri/Centro de Pesquisa para Agricultura Familiar (Cepaf), C.P. 791, 89801-970 Chapecó, SC

Engenheiro-agrônomo, Dr.

Evandro Spagnollo, Epagri / Cepaf

Engenheiro-agrônomo, Dr.

Ivan Tadeu Baldissera, Epagri / Cepaf

Engenheiro-agrônomo, M.Sc

Referências

ADELI, A.; BOLSTER, C.H.; ROWE, D.E. et al. Effect of long-term swine effluent application on selected soil properties. Soil Science, v.173, p.223-235, 2008.

ASSMANN, T.S.; ASSMANN, J.M.; CASSOL, L.C. et al. Desempenho da mistura forrageira de aveia-preta mais azevém e atributos químicos do solo em função da aplicação de esterco líquido de suínos. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.31, p.1515-1523, 2007.

AITA, C.; PORT, O.; GIACOMINI, S.J. Dinâmica do nitrogênio no solo e produção de fitomassa por plantas de cobertura no outono/inverno com o uso de dejetos de suínos. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.30, p.901-910, 2006.

CERETTA, C.A.; BASSO, C.J.; VIEIRA, F.C.B. et al. Dejeto líquido de suínos: I Perdas de nitrogênio e fósforo na solução escoada na superfície do solo sob plantio direto. Ciência Rural, v.35, p.1296-1304, 2005.

CERETTA, C.A.; GIROTTO, E.; LOURENZI, C.R. et al. Nutrient transfer by runoff under no tillage in a soil treated with successive applications of pig slurry. Agriculture Ecosystems Environment, v.139, p.689-699, 2010.

CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE – Conama. Resolução No 420, de 28 de dezembro de 2009. Disponível em: http://www.mma.gov.br/port/conama/legiabre. cfm?codlegi=620. Acesso em: 10 abr. 2014.

ERNANI, P.R.; BITTENCOURT, F.; VALMÓRBIDA, J. Influência de adições sucessivas de zinco na forma de esterco suíno e de óxido, no rendimento de matéria seca de milho. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.25, p.905-911, 2001.

FATMA. Fundação do Meio Ambiente. Instrução Normativa No 11. Florianópolis. Disponível em:http://www.fatma.sc.gov.br/conteudo/instrucoes-normativas/.Acesso em: fev. 2015.

GATIBONI, L.C.; BRUNETTO, G.; KAMINSKI, J. et al. Formas de fósforo no solo após sucessivas adições de dejeto líquido de suínos em pastagem natural. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.32, p.1753-1761, 2008.

GIROTTO, E.; CERETTA, C.A; BRUNETTO, G. Acúmulo e formas de cobre e zinco no solo após aplicações sucessivas de dejeto líquido de suínos. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.34, p.955-965, 2010.

GUARDINI, R.; COMIN, J.J.; RHEINHEIMER, D.S. et al. Phosphorus accumulation and pollution potential in a Hapludult fertilized with pig manure. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.36, p.1333-1342, 2012.

LOURENZI, C.R., CERETTA, C.A., CERINI, J.B. et al. Available content, surface runoff and leaching of phosphorus forms in a typical hapludalf treated with organic and mineral nutrient sources. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.38, p.544-556, 2014.

MONDARDO, D.; CASTAGNARA, D.D.; BELLON, P.P. et al. Substituição da adubação nitrogenada por dejeto suíno na cultura do milheto. Disponível em: http://pt.engormix.com/MA-suinocultura/administracao/artigos/substituicao-adubacaonitrogenada-dejeto-t1371/124-p0.htm. Acesso em: 8 abr. 2014.

SCHERER, E.E., BALDISSERA, I.T.; AITA, C. Avaliação da qualidade do dejeto líquido de suínos da região Oeste Catarinense para fins de utilização como fertilizante. Florianópolis: Epagri, 1996. 46p. (Epagri, Boletim Técnico, 79).

SCHERER, E.E., BALDISSERA, I.T.; NESI, C.N. Propriedades químicas de um Latossolo Vermelho sob plantio direto e adubação com esterco de suínos. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.31, p.123-131, 2007.

SCHERER, E.E.; BALDISSERA, I.T.; MIRANDA, M. Produção e qualidade de forragem e atributos do solo influenciados por adubação orgânica e nitrogenada. Florianópolis: Epagri, 2012. 52p. (Epagri, Boletim Técnico, 157).

SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIÊNCIA DO SOLO. COMISSÃO DE QUÍMICA E FERTILIDADE DO SOLO (CQFS RS/SC). Manual de adubação e de calagem para os estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. 10.ed. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo/Núcleo Regional Sul, 2004. 400p.

Downloads

Publicado

2017-01-27

Como Citar

Scherer, E. E., Spagnollo, E., & Baldissera, I. T. (2017). Atributos químicos do solo e resposta de plantas forrageiras à aplicação de esterco líquido de suínos por longo período em sistema de plantio direto. Agropecuária Catarinense, 28(2), 78-83. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/165

Edição

Seção

Artigo Científico