Eficiência de diferentes cultivares de macieira como polinizadoras da ‘Castel Gala’ e da ‘Condessa’

Autores

  • Frederico Denardi Epagri/Estação Experimental de Caçador
  • Henry Stuker Epagri/Estação Experimental de Itajaí

Palavras-chave:

Malus domestica, frutificação efetiva, polinização cruzada.

Resumo

A macieira, por ser uma espécie alógama, necessita de polinização cruzada para assegurar boas produções comerciais. Isto requer a associação de cultivares polinizadoras compatíveis e com época de floração coincidente com a produtora. Este estudo teve por objetivo identificar cultivares de macieira como polinizadoras eficientes para a ‘Castel Gala’ e a ‘Condessa’. Foram realizados dois ensaios. No primeiro foram testadas as cultivares Eva, Condessa e Princesa, todas de baixa necessidade de frio, e a seleção Iapar 680-28 como polinizadoras
da ‘Castel Gala’. No segundo, foram usadas a ‘Castel Gala’ e a ‘Princesa’ como polinizadoras da ‘Condessa’. Para a ‘Castel Gala’, obteve-se melhor frutificação efetiva e maior número de sementes por fruto quando polinizada com a ‘Eva’ e a ‘Condessa’. As melhores coincidências de floração foram observadas entre a ‘Castel Gala’ e as polinizadoras ‘Condessa’, ‘Princesa’ e ‘Iapar 680-28’. Para polinizar a ‘Condessa’, a ‘Castel Gala’ foi mais eficiente que a ‘Princesa’, tanto em frutificação efetiva quanto em número de sementes por fruto.

Downloads

Publicado

2021-02-12

Como Citar

Denardi, F., & Stuker, H. . (2021). Eficiência de diferentes cultivares de macieira como polinizadoras da ‘Castel Gala’ e da ‘Condessa’. Agropecuária Catarinense, 21(1), 79-82. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/845

Edição

Seção

Artigo Científico