Um plano estratégico para impulsionar a maricultura catarinense

Autores

Resumo

Resumo - Após duas décadas de limitado desenvolvimento, tanto a produção de moluscos como o número de maricultores vêm se reduzindo nos últimos anos, principalmente devido à dificuldade das instituições de apoio e gestão do setor na superação de diversos entraves da cadeia produtiva. A complexidade, a especificidade e as dimensões sociais da maricultura dificultam as decisões a serem tomadas pelos gestores  públicos. Com o intuito de induzir discussões pautadas nas dificuldades enfrentadas pelos produtores, com foco na identificação de ações para saná-las, foi proposto que a recém-ativada Câmara Setorial da Maricultura, integrante do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural (Cederural), debatesse um plano estratégico para reverter este quadro e para promover o desenvolvimento sustentável da maricultura catarinense nos próximos dez anos. Para tanto, a Epagri foi solicitada a redigir uma minuta de estratégia a ser discutida e aprimorada pelos membros da Câmara Setorial. O artigo discorre sobre o processo de elaboração do Plano Estratégico para o Desenvolvimento Sustentável da Maricultura Catarinense. Esta foi uma iniciativa da Câmera Setorial da Maricultura que recebeu o apoio da Epagri para concepção e redação do plano estratégico. Uma vez implementado, o plano permitirá que a maricultura catarinense inicie um ciclo virtuoso de desenvolvimento com experessivos resultados socioeconômicos.

Biografia do Autor

Felipe Matarazzo Suplicy, Epagri

Biólogo, Ph. D., Epagri/Centro de Desenvolvimento em Aquicultura e Pesca – Cedap, Rod. Admar Gonzaga, 1188, Itacorubi, 88034-901 Florianópolis, SC, fone: (48) 3665-5060, e-mail: felipesuplicy@epagri.sc.gov.br.

Downloads

Publicado

2019-06-07

Como Citar

Suplicy, F. M. (2019). Um plano estratégico para impulsionar a maricultura catarinense. Agropecuária Catarinense, 32(2), 15-18. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/RAC/article/view/465

Edição

Seção

Conjuntura