Efeito do arranjo de plantas na incidência de podridões da base do colmo e na incidência de grãos ardidos em milho

Autores

  • Evandro Spagnollo Epagri/Centro de Pesquisa para Agricultura Familiar (Cepaf)
  • João Américo Wordell Filho Epagri/Cepaf
  • Cristiano Nunes Nesi Epagri/Cepaf

Palavras-chave:

Espaçamento, Fusarium vertcillioides, podridão da base do colmo

Resumo

O milho tem importância econômica para Santa Catarina principalmente devido à presença de criatórios de suínos e aves no Estado. Diante disso, um estudo foi realizado nas safras 2009/10 e 2010/11 em Chapecó, SC, com o objetvo de avaliar o efeito do arranjo de plantas sobre as podridões do colmo (PBC) e grãos ardidos (GA), utlizando os espaçamentos de 0,4, 0,6 e 0,8m entre linhas. Na parcela principal foram testados três híbridos simples de milho de ciclo precoce (P30F36, AS 1575 e Maximus), nas subparcelas os espaçamentos e nas divisões das subparcelas as doses de nitrogênio 0, 75, 140, 210 e 290kg ha-1 de N usando quatro repetções por tratamento. Foram avaliados os níveis de PBC, a massa de mil grãos, o rendimento de grãos, a percentagem de GA e a incidência de Fusarium vertcillioides nos grãos de milho. Os híbridos AS 1575 e P30F36 apresentam redução na incidência de PBC com o aumento do espaçamento entre linhas. Ocorreu diferença signifcatva no rendimento de grãos na interação híbridos e doses de N entre espaçamentos. A porcentagem de GA apresentou diferença signifcatva para a média de híbridos.

Downloads

Publicado

2020-04-28

Como Citar

Spagnollo, E., Wordell Filho, J. A., & Nesi, C. N. (2020). Efeito do arranjo de plantas na incidência de podridões da base do colmo e na incidência de grãos ardidos em milho. Agropecuária Catarinense, 27(3), 57-62. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/559

Edição

Seção

Artigo Científico

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.