Desempenho de cultivares de girassol na Região Oeste Catarinense

Autores

  • Juliano Simioni Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa)
  • Giseli Valentini Udesc/Centro de Ciências Agroveterinárias/Instituto de Melhoramento e Genética Molecular
  • Haroldo Tavares Elias Epagri/Sede Administrativa
  • Márcio Strapazzon Unochapecó
  • José Renato Righi Unochapecó
  • Ana Claudia Barneche de Oliveira Embrapa Clima Temperado

Palavras-chave:

Helianthus annuus L., avaliação de cultivares, melhoramento genético

Resumo

O girassol (Helianthus annuus L.) tem-se mostrado uma opção de cultivo em diversas regiões do País. O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho de cultivares de girassol durante o ano agrícola 2007/08 na Região Oeste de Santa Catarina. O delineamento experimental foi de blocos casualizados com quatro repetições. Foram avaliadas 26 cultivares quanto a estas características: período da emergência até a floração, densidade de plantas, altura de plantas, diâmetro do capítulo, número de plantas acamadas, número de plantas quebradas, curvatura de caule e produtividade. As cultivares diferiram significativamente para as características estudadas, com exceção da densidade e do número de plantas acamadas. A produtividade média foi de 3.070kg/ha, acima da produtividade média nacional (1.475kg/ha). Pode-se concluir que há cultivares com potencial produtivo e agronômico para cultivo na Região Oeste catarinense.

Downloads

Publicado

2020-04-28

Como Citar

Simioni, J., Valentini, G., Elias, H. T., Strapazzon, M., Righi, J. R., & de Oliveira, A. C. B. (2020). Desempenho de cultivares de girassol na Região Oeste Catarinense. Agropecuária Catarinense, 23(3), 88-91. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/750

Edição

Seção

Nota Científica