Biometria testicular de touros da raça Crioula Lageana

Autores

  • Cristina Perito Cardoso Unesp/FMVZ
  • Edison Martins Epagri/Estação Experimental de Lages
  • Vera Maria Villamil Martins Udesc/CAV
  • Antonio de Pinho Marques Júnior UFMG/Escola de Veterinária

Palavras-chave:

Circunferência escrotal, recursos genéticos, bovinos, Bos taurus taurus

Resumo

O trabalho teve por objetivo estudar a biometria testicular de touros da raça bovina Crioula Lageana. O experimento foi realizado em Lages, SC, onde foram examinados 60 animais com idades entre 18 e 144 meses. Os
animais foram agrupados em quatro tratamentos de acordo com a idade, sendo o Tratamento I formado por animais de 18 meses de idade, o Tratamento II por animais com idades entre 24 e 36 meses, o Tratamento III por animais com idades entre 48 e 60 meses e o Tratamento IV por animais com idades de 72 meses ou mais. Os parâmetros estudados
foram: a) circunferência escrotal (CE); b) comprimento (CT) e largura testicular (LT); c) volume testicular (VT) e d) formato testicular. Concluiu-se que os touros da raça Crioula Lageana atingem a maturidade sexual entre os 18 e 24 meses e que os parâmetros comprimento, largura e o volume testicular dessa raça aumentam até os 5 anos de idade.

Downloads

Publicado

2020-12-21

Como Citar

Cardoso, C. P., Martins, E., Martins, V. M. V. ., & Marques Júnior, A. de P. . (2020). Biometria testicular de touros da raça Crioula Lageana. Agropecuária Catarinense, 22(3), 53-58. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/830

Edição

Seção

Artigo Científico