Características fitotécnicas do feijoeiro sob doses de nitrogênio em semeadura e cobertura na safra das águas no Norte de Minas Gerais

Autores

  • Neiva Maria Batista Vieira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais
  • Messias José Bastos de Andrade UFLA

Palavras-chave:

Phaseolus vulgaris, fixação biológica de N2, Rhizobium spp.

Resumo

Com o objetivo de avaliar a resposta dos genótipos de feijoeiro à adubação com nitrogênio mineral e à inoculação com rizóbio, foram instalados três ensaios em campo. O delineamento experimental utilizado foi blocos casualizados, com três repetições e esquema fatorial 7 x 4, envolvendo sete genótipos de feijoeiro e outros quatro tratamentos: 1) Fósforo e potássio (PK) + N (fonte uréia, 20kg/ha na semeadura e 30kg/ha em cobertura);2) PK + inoculação das sementes com rizóbio; 3) Somente inoculação das sementes; 4) Testemunha (sem adubação
e sem inoculação). Utilizou-se inoculante turfoso da estirpe SEMIA 4077 de Rhizobium tropici ou sua mistura com SEMIA 4080 de R. leguminosarum bv. phaseoli , na base de 500g de inoculante para 25kg de semente. Foram
avaliados: massa seca de nódulos, massa seca da parte aérea e rendimento de grãos. O rendimento de grãos do feijoeiro foi dependente dos genótipos e da adubação nitrogenada ou inoculação das sementes, mas não houve
comportamento diferencial dos genótipos em relação a estes tratamentos.

Downloads

Publicado

2021-06-23

Como Citar

Vieira, N. M. B., & de Andrade, M. J. B. . (2021). Características fitotécnicas do feijoeiro sob doses de nitrogênio em semeadura e cobertura na safra das águas no Norte de Minas Gerais. Agropecuária Catarinense, 18(1), 57-61. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/954

Edição

Seção

Artigo Científico