Como aprimorar a execução do Programa Nacional de Controle Higiênico Sanitário de Moluscos Bivalves em Santa Catarina

Autores

  • Felipe Matarazzo Suplicy CEDAP/Epagri
  • Nhandeci Lopes Vieira Departamento de Aquicultura/UFSC
  • Robson Ventura de Souza CEDAP/Epagri

Palavras-chave:

moluscos, legislação, sanidade

Resumo

O Programa Nacional de Controle Higiênico-Sanitário de Moluscos Bivalves (PNCMB) é executado em Santa Catarina há cinco anos. Durante esse período, estudos e discussões a respeito dos resultados do programa sugerem que ajustes legislativos poderiam aumentar a sua efetividade para a proteção da saúde pública, especialmente no que diz respeito ao controle de riscos microbiológicos. Nesse documento é apresentada uma análise comparativa do PNCMB com os regulamentos dos Estados Unidos da América e da União Europeia e os principais aspectos do PNCMB que diferem desses regulamentos são identificados. Além disso, são sugeridos ajustes que objetivam aumentar os níveis de proteção de saúde pública, promover a equivalência do programa executado em SC com programas internacionais análogos e otimizar os recursos investidos.

Biografia do Autor

Felipe Matarazzo Suplicy, CEDAP/Epagri

Biólogo, Ph. D., Epagri / Centro de Desenvolvimento em Aquicultura e Pesca (Cedap), Rod. Admar Gonzaga, 1188, Itacorubi, 88034-901 Florianópolis, SC

Robson Ventura de Souza, CEDAP/Epagri

Médico-veterinário, Dr., Epagri / Centro de Desenvolvimento em Aquicultura e Pesca (Cedap), Rod. Admar Gonzaga, 1188, Itacorubi, 88034-901 Florianópolis, SC

Downloads

Publicado

2018-06-12

Como Citar

Suplicy, F. M., Vieira, N. L., & de Souza, R. V. (2018). Como aprimorar a execução do Programa Nacional de Controle Higiênico Sanitário de Moluscos Bivalves em Santa Catarina. Agropecuária Catarinense, 31(2), 15-18. Recuperado de https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/294

Edição

Seção

Conjuntura